sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Campeonato Paulista: Giovane critica comissão técnica do Campinas por confusão na final


Dias após conquistar o tricampeonato paulista com o Sesi-SP, o técnico Giovane Gávio voltou a comentar a confusão generalizada na primeira partida da decisão contra o Campinas. O treinador lamentou o incidente e criticou a postura da comissão técnica adversária no incidente.

- O que ocorreu no primeiro jogo foi horrível, mas no final ficou parecendo que só os jogadores erraram, e não foi verdade. A comissão técnica do Campinas, que estava do lado de fora da quadra, nunca deveria ter provocado e faltado respeito do jeito que fizeram - reclamou Giovane pelo Twitter.

A primeira partida da decisão ficou marcada por uma briga envolvendo as duas equipes. Durante o intervalo do terceiro para o quarto set, alguns integrantes da comissão técnica do Campinas, o preparador físico Jaime Antonio Lanzinni e o fisioterapeuta Marcelo Duval Guidotti, discutiram com os atletas Cleber, Lorena, Leozão, do Sesi.

Depois de alguns momentos de confusão, em que membros das duas duas equipes invadiram a quadra para separar a briga, a arbitragem decidiu desqualificar Lorena e Leozão. Este último, aliás, teria arremessado uma garrafa em direção aos integrantes da comissão técnica, que se esquivaram e não foram atingidos.

Inicialmente, o Tribunal da Federação Paulista de Vôlei suspendeu quatro jogadores do Sesi-SP e três membros da comissão técnica de Campinas. A pena, porém, acabou revertida em multas e todos puderam participar da sequência da decisão. Em quadra, o time da Capital virou a série melhor de três jogos por 3 a 1 e ficou com o título.

- O problema foi resolvido, os participantes julgados e condenados, assumimos nossas culpas e seguimos em frente. O título foi disputado dentro da quadra, com todos se esforçando o máximo como foi feito desde o primeiro jogo da classificação - disse Giovane.

Fonte: UolEsportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário