sábado, 27 de outubro de 2012

Campeonato Paulista: No reencontro com a torcida, Sollys/Osasco encara o Pinheiros de olho na final


O Sollys/Osasco está muito perto da final do Campeonato Paulista 2012. Para conseguir a vaga, as jogadoras comandadas pelo técnico Luizomar de Moura precisam derrotar o Pinheiros, neste sábado, às 21h, no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco. Este será o primeiro encontro da equipe laranja com a torcida após o título do Campeonato Mundial de Clubes. Invicto há 36 partidas, o Sollys garante vaga na decisão da competição estadual com mais uma vitória, já que fez 1 a 0 na série na última quinta-feira. Preocupado com a sequência de jogos, Luizomar aposta na qualidade do elenco para avançar para a decisão.


- Estou preocupado porque o Sollys/Osasco vem de um Campeonato Mundial muito forte, com viagem longa e pouco tempo de recuperação. Nesta sexta-feira fizemos um treino intenso, porém, objetivo com as coisas específicas que precisamos para o jogo deste sábado. É um grande prazer decidir a vaga em casa e o time conseguiu esse direito pela grande campanha que fez. Será o primeiro contato com a torcida após o título Mundial e isso é um combustível a mais para a nossa equipe. Espero que o Liberatti esteja lotado e que todas as meninas se superem depois dessa maratona - declarou o treinador.


Além das sete titulares, Luizomar tem total confiança nas opções que possui no banco de reservas. 

- Agora é a hora da força do elenco. Algumas jogadoras como a Karine, a Ivna, a Samara, a Gabi, a Dani Suco e a Larissa estão conscientes que são importantes. Nesta sexta-feira elas fizeram um treino com bastante motivação e ajudaram as jogadoras que estão mais sobrecarregadas. Elas sabem que precisam estar preparadas caso tenha necessidade de colocá-las em quadra - disse o comandante.


No primeiro jogo da semifinal, o Sollys venceu o Pinheiros por 3 sets a 0, no ginásio do adversário. Apesar do placar parecer tranquilo, o jogo em si foi bastante complicado. 

- Espero um jogo semelhante ou até mais difícil. Acho que a equipe delas não vai deixar escapar as oportunidades. É um time jovem e que vem para jogar sem responsabilidade, portanto, se não impusermos nosso ritmo elas darão trabalho - afirmou a capitã Jaqueline.


Ciente do compromisso que o Sollys/Osasco carrega, Luizomar acredita que o jogo deste sábado será ainda mais difícil do que o primeiro. 

- Vamos jogar em casa, com o apoio da nossa torcida e com toda a responsabilidade do nosso lado. O Pinheiros sabe disso e vai jogar ainda mais solto do que no seu ginásio e isso é sempre um grande desafio para a nossa equipe.  Elas vão jogar soltas e com mais agressividade e temos que saber lidar com essa teórica ‘irresponsabilidade’ do adversário - finalizou o treinador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário