segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Club World Championship: Belchatow erra menos e derrota Zenit Kazan


Foi das mais longas a disputa pelo primeiro lugar do Grupo B da edição masculina do Mundial de Clubes, realizada nesta segunda-feira (15), em Doha. E quem se deu melhor foi o Skra Belchatow, que suportou a pressão do Zenit Kazan ao longo de 2h01 para fazer 3 sets a 2, parciais de 21/25, 25/23, 17/25, 25/19 e 15/10.

O jovem Atanasijevic foi o principal pontuador do lado polonês com 20 acertos contabilizados. Entre os russos, o ponteiro Anderson e o oposto Mikhaylov guardaram 22 e 21 tentos, respectivamente. Mas diante de tantos erros coletivos – 38 contra 24 –, o desempenho da dupla não foi o suficiente para o Kazan evitar o primeiro revés.

Com duas vitórias na bagagem, o Belchatow foi a cinco pontos e subiu para a primeira posição. Para não perdê-la, os laranjas só precisam de um triunfo sobre o Al-Arabi, de Mauro Grasso, na rodada desta quarta-feira (17). No mesmo dia, o Kazan busca a vaga para a semifinal diante do lanterna Zamalek, sem vitórias até aqui.

Bastaram poucos minutos para os mil torcedores do Aspire Dome perceberem que russos e poloneses fariam um duelo longo. Vermiglio concentrou todo o jogo em Anderson e Mikhaylov, enquanto os poloneses apostaram em Wlazly, Winiarski e Atanasijevic. Mas a força ofensiva do Kazan fez a diferença no triunfo por 25 a 21 no set inaugural.

Na virada de lado, o Belchatow mostrou um voleibol mais eficiente desde o saque. Por consequência, o bloqueio tocou em mais bolas na rede. Não bastasse, Mikhaylov e companhia cambalearam e erraram mais do que a média. Para complicar ainda mais, Winiarski esteve inspirado na virada do ataque, levando o time ao empate (25/23).

Apesar do triunfo, os poloneses não conseguiram manter o bom ritmo na terceira parcial. Em parte pelo alto número de erros. Já os comandados de Vladimir Alekno colocaram a mão na forma e não desperdiçaram as chances de pontuar. E ficou ainda melhor com o crescimento de Sivozhelez, até então tímido no duelo. Com isso, o Kazan fez fáceis 25 a 17.

Mas o Belchatow não jogou a toalha e partiu para o contra-ataque nos dois últimos sets. Inspirado, Atanasijevic mostrou ser o melhor caminho dos poloneses na construção dos pontos. Para melhorar, o Kazan deu uma bela mão ao entregar 14 pontos de presente só nas duas parciais. Com isso, ficou difícil para os russos evitarem a derrota de virada.

Fonte: SaqueViagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário