domingo, 14 de outubro de 2012

Club World Championship: Sollys/Nestlé atropela chinesas e espera mais dificuldades diante do atual campeão mundial


O Sollys/Nestlé entrou em quadra neste domingo em partida válida pela estreia do Campeonato Mundial de Clubes, em Doha, Qatar, e não teve nenhuma dificuldade para despachar o Bohai Bank, da China, no Ginásio Aspire Dome, por fáceis 3 sets a 0, com parciais de 25/13, 25/14 e 25/20, em pouco mais de 1h11 de confronto. Após atropelar as asiáticas, o time laranja se prepara para um desafio ainda mais complicado nesta segunda-feira, pois terá pela frente o Rabita Baku, do Azerbaijão, às 9h (horário de Brasília). O time europeu é o atual campeão mundial e venceu as brasileiras em 2011 na fase de grupos, por 3 sets a 2.


- Esse 3 a 0 foi importante até para tirarmos a ansiedade da bagagem. Nós sabíamos que a qualquer momento elas poderiam impor dificuldades para a nossa equipe e foi isso que aconteceu no terceiro set. No entanto, o Sollys/Nestlé se comportou muito bem e soube lidar com esses momentos mais complicados - disse - Acredito que isso é importante para o decorrer da competição até para aumentar a confiança de cada jogadora e sabermos que se tivermos atrás do placar temos condições de buscar - completou a capitã Jaqueline.


Com 12 pontos, Jaque foi a segunda maior pontuadora do Sollys juntamente com a central Thaísa. O destaque neste quesito foi a oposta Sheilla, com 17. 

- Na segunda rodada teremos um jogo muito mais difícil, por isso, temos que manter a cabeça no lugar. Hoje foi uma espécie de treinamento para que possamos jogar muito melhor contra o próximo adversário, que tem basicamente jogadoras estrangeiras em seu elenco e com excelente nível internacional, sendo assim, sabemos que teremos pedreira pela frente e daqui para frente nenhum jogo será fácil - concluiu Jaque.


De acordo com a central Thaísa, o aspecto concentração foi decisivo no resultado do jogo. 

- Estávamos um pouco preocupadas porque não conhecíamos muito o time delas e as equipes asiáticas são sempre muito rápidas. Algumas jogadoras da nossa equipe já possuem uma boa experiência contra esse tipo de adversário e nesta partida em específico a nossa concentração foi determinante porque com isso conseguimos sacar muito bem e facilitou o trabalho do nosso bloqueio - analisou a central - A segunda partida vai ser ainda mais difícil. Para obter mais uma vitória precisamos seguir sacando bem porque ajudará nosso sistema defensivo. Será importante manter nossa concentração, aproveitar as viradas de bola e continuar eficiente no saque - completou Thaísa.


Para o técnico Luizomar de Moura, o Sollys/Nestlé teve um bom comportamento na estreia do Mundial de Clubes. 

- A equipe entrou muito concentrada porque sabia que teria um jogo de alto nível contra o time chinês. Em jogos contra times da escola asiática você precisa sempre estar o tempo inteiro atento, com muita concentração na rede porque tem muita mexida e muitas bolas rápidas e o Sollys/Nestlé conseguiu neutralizar o sistema ofensivo do adversário. É um time com qualidade, mas não deixamos elas jogarem nos dois primeiros sets. No terceiro elas vieram arriscando mais no saque e no ataque e por mérito delas cresceram no jogo, mas a nossa equipe retomou o controle do jogo a partir da metade do set e conquistou uma vitória importante - analisou o treinador.  


Após a vitória diante das chinesas, o Sollys/Nestlé retorna ao Ginásio Aspire Dome nesta segunda-feira, às 9h (horário de Brasília) para enfrentar o Rabita Baku. Para Luizomar, o duelo de amanhã será diante de uma ‘seleção mundial’. 

- É um jogo importante e enfrentaremos praticamente uma seleção mundial, já que o time do Azerbaijão possui jogadoras de diversas nacionalidades e com muita qualidade. Nós temos um pouco de material do adversário e já estamos todos focados neste próximo compromisso - afirmou o comandante. Com a vitória deste domingo, o Sollys amplia sua série invicta para 32 jogos e não perde desde o dia 28 de janeiro de 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário