terça-feira, 30 de outubro de 2012

Mercado Nacional: Equipe Unilever avalia contratação da central.


A central Valeskinha comentou a contratação da Luciane Escouto:

- Mais uma jogadora que certamente vai agregar valores ao grupo. Já nos deu trabalho na condição de adversária, agora irá somar. Ela ataca bem, sabe jogar de verdade - diz Valeskinha.

Hélio Griner, assistente técnica da equipe, concorda:

- Normalmente trabalhamos com quatro centrais e a Luciane foi escolhida para compor o grupo nesta temporada. Ela tem um ataque forte por trás da levantadora, uma de suas principais características.

Rumo à Bali

Luciane, que joga vôlei desde os 11 anos e disputará a sua sexta Superliga pela Unilever, participou do concurso gaúcho por insistência da mãe, dona Verônica. Não imaginava vencer, pois achava suas medidas fora dos padrões de misses e modelos. Esse título, no entanto, poderá render-lhe voo internacional. Caso fature o Miss Brasil Mundo, a gaúcha representará o País no Miss Mundo 2013, um dos mais importantes e populares concursos de beleza do planeta, que deve ser sediado em Bali (Indonésia), em setembro.

Mas até chegar a Mangaratiba e, quem sabe, Bali, Luciane vai ralar bastante nos treinos da Unilever, que tentará faturar o oitavo título da Superliga.

- Estou muito feliz com o convite da equipe. Toda jogadora sonha em treinar com o Bernardo, um técnico mundialmente reconhecido - diz - Vou aproveitar ao máximo essa oportunidade e tenho certeza de que temos chances reais de brigar pelo título da Superliga".

Ainda que pretenda se dedicar também à carreira de modelo, que parece estar deslanchando por conta da repercussão do título gaúcho, Luciane não esconde seu objetivo maior: chegar à seleção brasileira de vôlei.

- Sei que é difícil, principalmente pelo fato de eu não ser uma central alta, dentro dos padrões internacionais. Mas não é impossível - revela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário