sábado, 27 de outubro de 2012

Sul-Americano Juvenil: Brasil é campeão do torneio


O Brasil é campeão Sul-Americano! A seleção juvenil masculina derrotou a Argentina, por 3 sets a 0, parciais de 25/14, 25/17 e 25/17, em 1h14, na grande final do torneio realizado no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ), e conquistou o 17° título do torneio. A competição deu três vagas para o Mundial do ano que vem na Turquia. Além do Brasil, Argentina e Venezuela se classificaram para o torneio.

Para a grande final, o Brasil entrou em quadra com o levantador Thiago; os centrais Flávio e Leandro; os ponteiros João Rafael e Batagim; o oposto Alan; além do líbero Rogério.

Jogando com muita vontade e disposição desde o início da partida, o Brasil teve como destaque o ponteiro João Rafael, mais uma vez maior pontuador, com 12 pontos. O central Leandro e o ponteiro Batagim também fizeram grande partida. Os dois fizeram 10 pontos.

- Há quatro meses e meio atrás, quando nos apresentamos para a disputa da competição, esse era o nosso objetivo. Sabíamos que não seria fácil, pois essa geração vinha de uma derrota na final do Sul-Americano Infantil, em 2010. Eles fizeram um bom trabalho e começaram a escrever uma bela história, que vai passar pelo Mundial no ano que vem - elogiou o técnico Léo.

Na primeira partida do dia, válida pela quinta colocação, Peru e Colômbia fizeram uma partida emocionante. Mas quem se deu melhor foi a Colômbia, que derrotou o rival por 3 sets a 2, parciais de 25/18, 25/18, 23/25, 20/25 e 15/12, em 1h50. José Vargas, do Peru, foi o maior pontuador da partida, com 31 pontos. Pelo lado colombiano, o destaque foi David Renteria, com 24 pontos.

Na disputa do terceiro lugar, a Venezuela deu um show de voleibol e desbancou o Chile, surpresa do torneio. Os venezuelanos garantiram a vaga no Mundial do ano que vem, ao vencerem por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/12 e 25/20, em 1h08. Depois de 11 anos, a Venezuela volta ao Mundial. Os destaques colombianos foram o oposto Fabian Martinez e o ponteiro Daniel Arteaga, com 13 pontos. Pelo lado chileno, o capitão Dusan Bonacic fez 12.

O JOGO

Empolgados com o apoio da torcida, os brasileiros começaram o jogo com força máxima e chegaram ao primeiro tempo técnico vencendo por 8 a 2. Na volta, a Argentina conseguiu diminuir a diferença para cinco pontos: 16 a 11. Com bom volume de jogo, o Brasil aumentou ainda mais a vantagem e fechou o set em 25 a 14.

O Brasil novamente conseguiu abrir larga vantagem. Mas aos poucos os argentinos encostaram: 8 a 6. Muito concentrados, os brasileiros abriram cinco pontos no placar até a segunda parada: 16 a 11. Variando bem as jogadas de ataque, o Brasil finalizou o set, vencendo por 25 a 17.

O terceiro set começou mais equilibrado. Mas, ainda muito concentrado, o Brasil chegou ao primeiro tempo técnico, vencendo por 8 a 6. Cometendo muito poucos erros, a vantagem brasileira aumentou ainda mais: 16 a 12. E o time seguiu assim até o final da partida. Final do set: 25 a 17.

Classificação Final:
1° - Brasil (CLASSIFICADO PARA O MUNDIAL)
2°- Argentina (CLASSIFICADO PARA O MUNDIAL)
3°- Venezuela (CLASSIFICADO PARA O MUNDIAL)
4°- Chile
5°- Colômbia
6°- Peru
7°- Uruguai

Nenhum comentário:

Postar um comentário