quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Entrevista: 'É o time a ser batido', diz Adenízia, meio-de-rede do Osasco


O Osasco aumentou a aura de imbatível em torno da sua equipe. Após conquistar a Superliga em 2011, o Sul-Americano e o Mundial de Clubes, a equipe paulista não deu chances para o Campinas e garantiu também o título do Campeonato Paulista. Para a meio-de-rede Adenízia, as conquistas estão acontecendo por causa do ótimo ambiente de trabalho do time.

- O grupo está bom demais. Não só dentro de quadra. É uma felicidade, não tem um problema. É uma alegria contagiante. Mas o foco agora é a Superliga. Somos o time a ser batido. Todo mundo está vendo, estudando. Querem ganhar do Osasco, como sempre foi – analisou Adenízia no “Arena SporTV”.

O time, que conta com Sheilla, Jaqueline, Fabíola, Fernanda Garay, Thaísa, e Adenízia, não sabe o que é ser derrotado há 39 jogos. Adenízia garante que mesmo com uma constelação de grandes jogadoras, a vaidade e a prepotência passam longe de Osasco.

- O Luizomar (de Moura, treinador do time) está administrando muito bem. São cinco campeãs olímpicas e duas que poderiam estar lá. Então poderia ter sérios problemas com uma equipe assim. Antes de chegar, ainda na Seleção, sentamos e conversamos que havia um objetivo a ser cumprido, com humildade, trabalhar forte e ganhar tudo o que vier pela frente – garantiu Adenízia.

Fonte: GloboEsporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário