quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Outros: 'Baixinha', Mari Paraíba diz que ficar fora da seleção não pesou no adeus


Mari Paraíba deixou as quadras em setembro por não se sentir mais feliz jogando vôlei, porém, o fato de não ser convocada para a seleção brasileira não era um dos fatores da tristeza. Em entrevista à apresentadora Vanessa Riche, no quadro "Tá em Casa", a ex-atleta de 1,80m do Minas explicou que seria difícil ser convocada por causa da estatura, considerada baixa para a posição de ponteira, e ratificou que a desmotivação com o esporte vinha do sonho de viver uma carreira na televisão.

- É muito difícil chegar à seleção brasileira e, para minha posição eu sou considerada baixa. Eu tinha que fazer muito a mais para chegar lá. Eu sei até que ponto poderia chegar e não ficava me iludindo muito em relação à seleção brasileira - afirmou a ex-jogadora.

Mari recebeu o apoio da família, principalmente do pai, ao decretar a aposentadoria. Se sentindo incomodada jogando vôlei, ela se aposentou para dar início à tentativa de entrar no mundo da TV. No entanto, as experiências vividas dentro de quadra sempre ficam na lembrança, principalmente as amizades feitas.

- O que eu tiro de aprendizado do vôlei é o fato de conhecer gente nova. O tempo em que eu era feliz, eu continuei jogando. A partir do momento em que eu não me via mais feliz, eu resolvi parar, porque não vale a pena você estar dentro de quadra, recebendo, e não estar feliz. Hoje o que eu quero é trabalhar na TV - sonha.

O adeus seria bem mais problemático se não fosse o convite para posar nua na revista Playboy. A paraibana conta que o ensaio veio em um bom momento e que foi um sentimento diferente ter que lidar com a nudez em frente à lente do fotógrafo. Com o dinheiro ganho pelo ensaio, a paraibana juntou os recursos necessários para estabilizar a vida no Rio de Janeiro.

- Quando me vi ali (na revista) foi interessante. Ao mesmo tempo que dá vergonha, o ego aumenta, a autoestima dá uma levantad. Para mim não muda muita coisa, foi uma meta que consegui - disse a paraibana, que atualmente passa praticamente o dia inteiro maquiada.

O namorado, Riad Ribeiro, meio de rede do RJX, é quem sofre um pouco com a aventura da ex-ponteira. A revista já foi até alvo de brincadeiras entre alguns atletas do time carioca e o casal. Porém, segundo Mari, ele leva tudo na esportiva.

- Ele ficou um pouco constrangido, porquevive em um meio onde só tem homem. Um dia cheguei no apartamento dele e os caras colocaram minha revista no banheiro para zoar, mas a gente deu risada. Ele sabe lidar muito bem com isso, ele é bem tranqüilo - contou, rindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário