quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Superliga Feminina: Em duelo dos Gigantes Unilever de Bernardinho leva a melhor e bate Campinas

Em jogo válido pela segunda rodada do turno da competição, as comandadas de Bernardinho mantiveram a calma nos momentos decisivos e saíram de Campinas com a vitória

Campinas - A experiência de Fofão, Logan Tom e Fabi, aliada ao bom jogo de Natália, fez a diferença. Pela segunda rodada do turno da Superliga 2012/2013, a Unilever venceu o Vôlei Amil, nesta terça-feira (27/11), na casa do adversário, por 3 a 1 (25/ 23, 25/ 21, 20/ 25 e 25/15), em 1h50min de partida. O apoio dos 3.200 torcedores que lotaram a Arena Amil, em Campinas, incentivando sua equipe, e os ataques potentes da búlgara Vasileva, maior pontuadora do confronto, com 18 acertos, não foram capazes de desestabilizar o time carioca. A ponteira Natália ficou com o troféu Viva Vôlei, como a melhor jogadora em quadra, e também foi a principal pontuadora da Unilever, ao lado de Logan Tom, com 16 pontos. A meio-de-rede Juciely fez 15 pontos, sendo 9 de bloqueio.
                                  Unilever sai com a vitória em jogo duro em Campinas

"A nossa equipe foi bem e conseguiu fazer o que planejamos. Sabemos que o time de Campinas pode jogar melhor. Hoje elas cometeram muitos erros de saque. A Sarah fez um bom jogo, mas acima de tudo tivemos uma boa atuação da Natália. Ela é importante e mostrou isso hoje. Fez uma grande partida, assim como a Juciely, que tem como característica ser eficiente no bloqueio", disse Bernardinho. "Estamos no início da temporada e os dois times estão em construção e sabemos que muita coisa ainda vai acontecer ao longo do campeonato. De qualquer forma, é sempre bom vencer um grande time, comandado por comissão técnica de muita qualidade".

A ponteira Natália disse que seu time entrou concentrado, já prevendo a dificuldade do jogo. "Soubemos lidar com a pressão e com o bom volume de jogo da Amil. Nossa equipe esteve unida o tempo todo e conseguiu manter o ritmo", afirmou.

                           Natália em grande dia e Logan Tom, seguraram o passe da Unilever

A oposta Sarah Pavan, também elogiada por Bernardinho, foi outra que gostou da apresentação da equipe. "Tivemos uma queda de rendimento perigosa no terceiro set, mas no geral, conseguimos manter um ritmo satisfatório", analisou a canadense.

Decisiva no bloqueio, a central Juciely lembrou o potencial do adversário. "A Amil defende muito e nós tivemos que ter paciência para virar as bolas".


                                Jucy foi um verdadeiro paredão marcando 9 pontos só de Bloqueio

A Unilever começou a partida com a levantadora Fofão, as ponteiras Logan Tom e Natália, as centrais Valeskinha e Juciely, a oposto Sarah Pavan e libero Fabi. Entraram: Bruna e Roberta. O Vôlei Amil iniciou com a levantadora Fernandinha, as ponteiras Pri Daroit e Ju Nogueira, as centrais Walewska e Natasha, a oposta Ramirez e a libero Suelen. Entraram: Vasileva, Andressa e Priscila.

O jogo

O primeiro set começou equilibrado e nervoso com muitos erros de saque e foi assim até perto do primeiro tempo técnico, quando Juciely fez dois pontos seguidos de bloqueio, abrindo 8 a 6 para e equipe carioca. A Unilever, então, ampliou rapidamente para 12 a 6. Com boas defesas e com a entrada da búlgara Vasileva no lugar de Ju Nogueira, o Amil ganhou força e encostou. Mas o time do Rio manteve o controle e fechou o set em 25 a 23.

No segundo set o jogo seguiu equilibrado até 5 a 5, com Natália colocando as bolas no chão pela Unilever. No saque flutuante, a ponteira ajudou seu time a abrir vantagem, chegando ao primeiro tempo técnico na frente: 8 a 5. A Unilever manteve o seu padrão de jogo e também chegou em vantagem no segundo tempo técnico: 16 a 12. Mas com Vasileva virando todas as bolas que recebia, a Amil encostou em 17 a 19. Como no set anterior, as cariocas não se deixaram abalar e fecharam a parcial em 25 a 21 com um ponto de bloqueio de Juciely.

No terceiro set, a Unilever começou desconcentrada e o Vôlei Amil largou na frente: 5 a 2. As comandadas de Bernardinho, porém, buscaram o placar e novamente com bloqueio de Juciely empatou em 7 a 7. Num erro de recepção da Amil, Logan Tom matou no "cheque" e as cariocas chegaram mais uma vez em vantagem no primeiro tempo técnico: 8 a 7. A partida seguiu disputada ponto a ponto e o time carioca também chegou na frente no segundo tempo, com ataque de Sarah Pavan na saída de rede: 16 a 14. A Amil correu atrás do placar e passou na frente em 17 a 16. Com boa defesa e Vasileva matando os pontos decisivos, a equipe campineira fechou o terceiro set em 25 a 20.

No quarto set, a história foi diferente e a Amil chegou em vantagem no primeiro tempo técnico: 8 a 6. A Unilever foi atrás e com um ponto de Juciely empatou em 8 a 8. O jogo seguiu equilibrado até 12 a 12. Com uma largada no fundo e um bloqueio de Sarah Pavan, a Unilever abriu 15 a 12. Esperta, Fofão percebeu o bom momento da canadense Sarah, servindo a jogadora na saída de rede que fez 17 a 12. A Unilever ganhou confiança, passou a defender mais e disparou até fechar o set em 25 a 15.

Com a vitória, a Unilever chegou aos 6 pontos na competição. O próximo jogo da equipe é contra o Pinheiros, na sexta-feira, às 20 horas, no ginásio do adversário, em São Paulo.

A equipe carioca é heptacampeã da Superliga Feminina de Vôlei, a mais vencedora da história da competição. A Unilever também soma no currículo dez títulos estaduais, os últimos nove consecutivos. Nesta temporada, algumas jogadoras e o técnico Bernardinho são personagens da campanha "Se você tem orgulho do Rio, vai sentir o mesmo desse time", que aproxima ainda mais a equipe da comunidade do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário