sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Superliga: A garra do eterno capitão Carlão


 A primeira edição da Superliga (94/95) teve um final inesquecível para os amantes do voleibol. Liderado pelo campeão olímpico Carlão, o Frangosul/Ginástica (RS) ficou com o título ao superar o favorito Nossa Caixa/Suzano (SP) por 3 jogos a 0. No entanto, o momento dramático da série aconteceu no último jogo do campeonato. O capitão da seleção campeã olímpica em 1992 caiu sobre o pé de um jogador de Suzano. Na hora, o ex-atacante achou que tinha sofrido uma entorse no pé direito e os médicos da equipe aconselharam Carlão a não voltar para a partida.
Mas essa hipótese não passava pela cabeça do ex-jogador. Carlão retornou para a quadra com o pé enfaixado e liderou o time de Novo Hamburgo (RS) na conquista da primeira edição da Superliga. Depois do fim do jogo, os exames apontaram que Carlão havia quebrado o pé.
“Esse título foi muito especial. Nós não éramos a equipe favorita. Nunca na minha carreira tive uma identificação tão grande com uma torcida como em Novo Hamburgo. Os torcedores e a cidade abraçaram aquele projeto. O último jogo foi superação e representa o que sempre busquei na minha carreira”, disse o ex-jogador.
A primeira edição da Superliga também foi marcada pelo repatriamento da geração campeã olímpica em Barcelona/1992. Carlão acredita que este foi um momento essencial para o sucesso do voleibol brasileiro.
“A Confederação Brasileira de Voleibol e o Banco do Brasil fizeram um projeto para repatriar a geração campeã olímpica em Barcelona. Naquela época, grande parte do grupo jogava na Itália. Foi importante trazer os jogadores de volta para o Brasil”, afirmou o ex-jogador.
Carlão ainda conquistou mais um título da Superliga. Na temporada 99/00, o ex-atacante se sagrou campeão com a camisa do Telemig/Minas (MG).
“O Minas sempre foi um celeiro de campeões. Aquela equipe resgatou isso. Tínhamos um grupo com excelentes jogadores, como o André Nascimento, que estava começando e era banco”, recordou Carlão.

Fonte: CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário