quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Superliga: Pela invencibilidade, Praia Clube e Sesi se enfrentam


Comissão técnica e jogadoras de Praia Clube e Sesi definem o jogo entre as duas equipes com uma palavra: equilíbrio. Nesta sexta-feira, as duas equipes se enfrentam em Uberlândia pela terceira rodada da Superliga Feminina de Vôlei buscando a manutenção da invencibilidade. Líder da competição pelo critério de pontos somados em cada set, as mineiras tentam manter o mesmo nível de jogo apresentado na vitória contra o Pinheiros, enquanto o Sesi, que conta com cinco campeãs olímpicas, tenta parar a cubana Herrera e colocar o time em ritmo de competição.

Os dois times se conhecem desde antes da Superliga Nacional. No início do mês, Praia Clube e Sesi fizeram dois amistoso preparatórios para a competição nacional. No primeiro jogo, vitória paulista por 3 sets a 2. No dia seguinte, quatro sets foram jogados e o equilíbrio foi evidente: 2 sets a 2. Para a capitã do Praia, Monique Pavão, o confronto serviu para conhecer os pontos fortes do Sesi.

– Temos de bagagem os amistosos realizados aqui em Uberlândia no início do mês. Querendo ou não nós já conhecemos as adversárias e fica mais fácil de fazer as marcações e neutralizar as principais atacantes. Queremos repetir o feito do jogo contra o Pinheiros e levar esse gostinho de duas vitórias consecutivas para a quadra – disse.

Spencer Lee concorda com a capitã do time, mas reconhece que as duas equipes vivem momentos diferentes. A vitória por 3 sets a 0 sobre o Pinheiros com uma redução significativa de erros faz com que o time entre em quadra confiante. É exatamente este bom momento praiano que faz com que o treinador acredite na segunda vitória dentro de casa.

– Ter feito dois amistosos contra o Sesi é um fator positivo, embora a gente reconheça que o momento dos times seja outro. Vivemos um bom momento e conhecer as características das jogadoras do Sesi e a equipe como um todo pode facilitar para a gente, assim como para eles que nos conhece também. Esperamos ter um grande empenho, pois podemos vencer o Sesi – avaliou.

Em Uberlândia desde quarta-feira, a comissão técnica do Sesi considerou que o jogo não tem favoritos. Por conta disso, o supervisor da equipe, Renato Tavolari Neto, garantiu que as jogadoras estão focadas para o que ele chamou de 'decisão'. Para isso, quer parar a cubana Herrera.

– Estamos preparados para a partida e sabemos que uma vitória é importante. O time é bom, fizemos dois amistosos muito equilibrados e tem a Herrera, principal jogadora do time que faz a diferença. Para nós, é a primeira decisão do campeonato – ressaltou.

O supervisor comemorou fato de o time paulista poder contar com todas as jogadores para o confronto. Segundo ele, só agora a equipe está 'entrando no ritmo de competição'.

– Algumas jogadoras estão se recuperando de lesão e retomando o ritmo. É o caso da Sassá que veio da seleção lesionada e da Suellen, que teve uma lesão no amistoso contra o Rio de Janeiro. Estamos entrando em ritmo de competição e agora que o pessoal está conseguindo jogar junto – disse.

As duas equipes se enfrentam nesta sexta-feira, no Ginásio 2 do Praia Clube, em Uberlândia.

Fonte: GloboEsporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário