quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Superliga: Praia Clube pode escalar Dani Scott já na 6ª


Assim como a búlgara Vasileva, do Vôlei Amil, a central Dani Scott depende de uma autorização da FIVB para poder defender o Banana Boat/Praia Clube, já nesta sexta-feira (23), contra o São Bernardo Vôlei.

Caso a documentação fique pronta, a norte-americana vai compor o grupo das 12 atletas na primeira rodada da Superliga.

- Mas ainda não temos previsão de estreia. A Dani Scott chegou a Uberlândia só na semana passada. Acredito que precise de mais um tempo para poder jogar - explicou o técnico Spencer Lee.

Mesmo que não possa contar com Scott, o comandante confia na força das praianas, sérias candidatas a atrapalhar a vida dos favoritos Sollys/Nestlé, Unilever, Sesi-SP e Vôlei Amil.

- Fizemos nove amistosos antes da Superliga. A equipe cresceu muito, mas ainda pode evoluir durante a competição. Estamos em um bom momento.

A meta maior das representantes de Uberlândia é subir um degrau em relação à última temporada, quando terminaram em sexto lugar. As mineiras sabem, no entanto, que podem sonhar um pouco mais.

- Seria uma evolução ficar em quinto. Em quarto, acho um desenho muito difícil, mas não impossível - defendeu Spencer Lee.

E pode não ser mesmo quando se conta com a maior pontuadora do último Nacional. Já recuperada de uma lesão no joelho direito, Herrera está animada para sua terceira temporada no vôlei brasileiro, sendo a primeira no Praia Clube.

- Fiquei um mês parada, mas já estou bem. Acredito muito no time, que é muito bom. Dá para chegar até a semifinal.

Fonte: SaqueViagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário