quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Superliga: Unilever inicia luta pelo oitavo título da Superliga nesta sexta-feira


Sete títulos da Superliga e a consciência de que a oitava conquista do mais importante torneio de vôlei do País exigirá muita luta e superação. É com esse sentimento que a Unilever entra em quadra nesta sexta-feira (23/11), às 19h30, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, zona norte do Rio de Janeiro, para enfrentar o São Caetano, na estreia do time na Superliga 2012/2013.

Para o técnico Bernardinho, o favoritismo da competição é de Osasco.

- A equipe está um passo à frente das demais pelo grupo que tem. Outras forças como Unilever, Sesi, Campinas, Minas e Uberlândia vão estar na briga para chegar à final - diz - O Sesi está reforçado com a Fabiana e Tandara, jogadoras da seleção brasileira. Campinas é uma nova equipe, conta com atletas experientes e já mostrou a força que tem chegando à decisão do Paulista. Já a Unilever, além de ter duas estrangeiras, a Logan Tom, que é mais rodada internacionalmente, e Sarah Pavan, ainda em formação, mas com grande futuro, conta com a levantadora Fofão, bastante experiente e a Natália que vem evoluindo a cada dia e que poderá ser nossa principal arma.

A bicampeã olímpica (Pequim/08 e Londres/12) Fabi concorda com o técnico.

- O time de Osasco é favorito pelo elenco que tem, mas acredito que vai ser a mais equilibrada competição de todos os tempos. E, sinceramente, espero estar na final - afirma. Já a ponteira Natália, campeã olímpica em Londres, tem opinião diferente sobre o favoritismo da equipe paulista.

- Não há favoritos. Independentemente dos nomes de cada elenco, todos os times vão ter que batalhar muito se quiserem avançar fases e chegar à final - opina. Quanto à estreia no campeonato, a jogadora confessa que está ansiosa - Por causa da cirurgia na canela, estou há um ano esperando por esse momento. Não vejo a hora disso acontecer. A ansiedade aumenta com a proximidade dessa primeira partida - revela - De qualquer forma, estou preparada e com um bom ritmo de jogo. Mas ainda não cheguei ao nível que acho ideal. Isso vai acontecer no transcorrer da competição.

A levantadora Fofão, campeã olímpica (Pequim/08) e capitã da equipe, diz estar confiante, acreditando que a Unilever fará uma boa campanha.

- Estamos nos entrosando cada vez mais e, com isso, aumenta a nossa confiança - diz. Sobre o adversário de estreia, o São Caetano, ela afirma que merece atenção da Unilever - É importante entrar muito atenta, focada. É um time que, apesar de jovem, certamente vem para dar trabalho, roubar vitórias dos considerados favoritos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário