segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Superliga Feminina: Sollys vira pra cima de SESi sp e com Garay recordista garante a liderança

O Sollys/Nestlé obteve nesta sexta-feira uma vitória digna de um clube atual campeão mundial. Após estar perdendo por 2 sets a 0, as comandadas do técnico Luizomar de Moura conseguiram uma reação incrível e fecharam a partida por 3 a 2, com parciais de 20/25, 27/29, 25/20, 25/18 e 15/11, em 2 horas e 20 minutos de partida. Com a vitória, o time laranja chega aos 17 pontos e lidera competição nacional pelos critérios de desempate. O confronto foi disputado no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco, e teve como destaques a ponteira Fe Garay, com 36 pontos, e a oposta Sheilla, que entrou no terceiro set, fez 14 pontos e recebeu o troféu Viva Vôlei de melhor jogadora da partida.


“O SESI jogou bem e veio com o objetivo de ganhar da nossa equipe de qualquer jeito. Elas queriam muito essa vitória e estavam jogando com a paciência que nós não estávamos tendo. A virada do Sollys/Nestlé só aconteceu graças à força do nosso grupo. Quem entrou fez um bom papel e dedico essa vitória para todas as atletas da nossa equipe”, disse Fe Garay, que fez sua melhor atuação com a camisa laranja. “É claro que particularmente estava precisando de uma grande atuação pelo Sollys e foi o que aconteceu nesta partida. Eu queria muito e, por algum motivo, ainda não estava dando certo. Em nenhum momento tive dúvidas quando a bola vinha para mim e sabia que tudo daria certo”, afirmou a jogadora.
                                Fernanda Garay bate record da Superliga ao marcar 36 pontos!


Quando perdia por 2 a 0, Luizomar usou seu banco e colocou a oposta Sheilla, que retorna de lesão, e as jovens Gabi e Larissa. “Estamos passando por algumas dificuldades e para o treinador essa vitória foi importante pelo grupo. Foi uma vitória com a Gabi e com a Larissa em quadra, meninas que vinham atuando pouco e que jogaram muito bem. A Larissa é uma garota que poucos conhecem e que já vem nos ajudando bastante faz algum tempo. O SESI veio com o propósito de buscar uma vitória aqui e o grupo teve forças para reverter uma situação complicada. É um clássico e quando viramos uma partida desta a satisfação é muito grande, principalmente, pela força que o grupo do Sollys/Nestlé mostrou mais uma vez”, declarou o treinador.
                               Tandara foi o grande destaque pelo lado do Sesi - sp


Titular a partir do terceiro set, Sheilla entrou em quadra e foi um dos fatores que fizeram com que o Sollys revertesse o resultado. “Acho que estávamos um pouco apáticas dentro de quadra. A Thaísa estava muito marcada e, quando entrei em quadra, quis ajudar Fabíola na distribuição. Falei para que ela mandasse mais bolas para a Garay, que estava sendo bastante efetiva no ataque. Em seguida, ela começou a mandar bola para mim e comecei a pontuar. Eu sabia que não teria força física, por isso, comecei a usar a habilidade para fazer os pontos. Mas, para mim, o fator determinante para a virada foi a força do grupo. Hoje a Gabi e a Larissa entraram super bem e provamos que temos um grupo muito forte. As dificuldades estão aparecendo e estamos conseguindo superar. Nós unidas somos muito fortes”, afirmou Sheilla.
 
                                          Sheilla entrou e mais uma vez fez a diferença


Além do destaque coletivo, Luizomar fez questão de exaltar suas duas principais jogadoras nesta vitória diante do SESI. “A Fernanda Garay fez um jogo maravilhoso e também merecia ser premiada com o troféu Viva Vôlei. Porém, optamos por premiar a Sheilla pela vontade de jogar que ela demonstrou. Ela ainda não está em sua melhor forma e ainda sente um pouco o pé, mas, mesmo assim, quando o time estava perdendo ela passou por mim e disse que estava a disposição caso eu precisasse.  A coragem que ela teve foi determinante”, finalizou o comandante.  Com a vitória por 3 a 2, a equipe laranja soma dois pontos e chega ao seu sexto jogo com vitórias consecutivas. O próximo compromisso do Sollys/Nestlé é diante do Usiminas/Minas, no dia 22, às 16h, novamente no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário