sábado, 15 de dezembro de 2012

Superliga: Juiz de Fora atropela o Vôlei Futuro e vence 1ª na Superliga Masculina


Demorou, mas finalmente o Juiz de Fora venceu seu primeiro jogo na Superliga Masculina: numa atuação muito tranquila para quem começou a partida na lanterna, o time mineiro venceu o Vôlei Futuro por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/17 e 25/21, em pouco mais de uma hora e meia de partida, disputada no início da tarde deste sábado, na Arena da Universidade Federal de Juiz de Fora .
Com o resultado, as duas equipes ficam iguais na classificação da Superliga, com 5 pontos, mas uma pequena vantagem para o time de Araçatuba - que, embora tenha sofrido a quarta derrota consecutiva, fechando no zero uma série de quatro jogos fora de casa, já tem duas vitórias. O Juiz de Fora venceu a primeira, depois de seis derrotas nas primeiras rodadas.
- A gente estava merecendo essa vitória, estava batendo na trave, e agora vamos ter incentivo para continuar trabalhando por um bom resultado - afirmou o levantador Gelinsky após a partida.
O jogo começou muito equilibrado, sem que nenhuma das equipes conseguisse abrir mais de dois pontos de vantagem. O técnico Cezar Douglas entrou com uma novidade na formação do Vôlei Futuro, com o oposto Gui Hage como ponteiro e Rapha na diagonal de Ricardinho, mas a mudança não deu certo.
O time visitante até liderou o início da partida, mas, com uma boa sequência de saques do ponteiro Japa, o Juiz de Fora chegou à frente no primeiro tempo técnico, com 8/7. Depois, com atuação inspirada dos centrais Vitor Hugo e Lucão, o time mineiro foi abrindo vantagem, graças a uma sequência de bons saques do oposto Luan, e nem mesmo a troca de Rapha por Caio resolveu: o Juiz de Fora fechou o set em 25/18, com direito a seis pontos de bloqueio, contra nenhum dos visitantes.
Mexe, mexe
No segundo set, o Vôlei Futuro começou mais acordado, especialmente na defesa, e chegou a abrir 4/1, mas o time da casa se acertou e encurtou a distância. O time de Araçatuba foi para o primeiro tempo técnico com vantagem de 8/7 graças a um ponto do central Ialisson no lugar de Michael, que não vinha bem no jogo.
O set seguiu equilibrado, com os dois times trocando pontos. O Juiz de Fora passou à frente em 12/11 com um erro de ataque de Temponi e conseguiu novamente abrir vantagem na reta final do set, com ótima distribuição de bolas do levatador Gelinsky e muitos erros do Vôlei Futuro, que voltou a mexer, com a volta de Rapha no lugar de Gui Hage e as entradas do levantador Jairo e do oposto Najari. Não adiantou nada e, num ataque de Hugo, o time mineiro fechou o set em 25/17.

Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário