quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Superliga: Sesi faz 3 a 0 no Canoas e pula para terceiro


Nesta quinta-feira (20), o Sesi-SP provou que está mesmo em franca ascensão na Superliga masculina de vôlei. Mesmo com toda a pressão imposta pelo Móveis Kappesberg/Canoas, Murilo e companhia seguraram o rojão e fizeram a festa da torcida presente na Vila Leopoldina. Mostrando grande poder de reação, principalmente no terceiro set, em que chegou a estar perdendo por 21 a 16, o Sesi venceu o time de Paulão por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/22 e 27/25.

Esta foi a terceira vitória consecutiva do elenco de Giovane Gávio, que saltou da quinta para a terceira colocação da tabela, com 15 pontos contabilizados. Por sua vez, o Canoas teve de se contentar com o terceiro revés na competição, o que lhe mantém com 14 pontos, mas o derruba para quinto. Os sulistas tentam a recuperação no sábado (22), quando enfrentam o São Bernardo Vôlei, no ABC. Já o Sesi vai a Florianópolis em busca de mais três tentos, diante do Super Imperatriz.

O primeiro set contou com o Sesi à frente no marcador durante a maior parte da disputa. A parcial só não foi mais fácil porque os meninos de Giovane Gávio pecaram nos erros. No total, foram 14 pontos cedidos ao Canoas, que não vacilou e ficou o tempo todo na cola de Sidão e os amigos. Apenas na parte final da parcial, os paulistas conseguiram aumentar a vantagem, graças ao maior aproveitamento no ataque, principalmente com Murilo.

A disputa seguiu equilibrada na parcial seguinte, mas, mais uma vez, com os donos da casa na frente. Sempre com ligeira vantagem, o Sesi aumentou a diferença perto da segunda parada técnica, quando o Canoas cometeu muitos erros de saque e ajudou os rivais a fazerem 16 a 14. No final, após pedido de tempo de Paulão, os meninos do Sul encostaram em 23 a 22, mas o Sesi usou bem o bloqueio e conseguiu fechar em 25 a 22.

A história mudou na terceira parcial. Tudo o que errou no set anterior, o Canoas passou a acertar, principalmente o saque. E quem sentiu a mudança de perto foi o líbero Serginho, que não conseguiu segurar as bombas de Gustavo e Xanxa. Assim, os visitantes recuperaram a diferença que o Sesi abriu no começo e passaram à frente até a segunda parada obrigatória (12/16).

A vantagem dos visitantes só aumentou, chegando a estar em cinco pontos (16/21). Mas o Sesi não amoleceu, fez frente no bloqueio e ataque e pressionou os rivais. Assim, o time de Gustavo entregou ponto atrás de ponto na reta final e permitiu a incrível virada comandada por Lorena. O oposto não se intimidou e ajudou o Sesi a fechar em 27 a 25.

Fonte: SaqueViagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário