sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Superliga: Canoas apronta e passa por RJX no RS


Com a derrota do Sada Cruzeiro para a Medley/Campinas, o RJX tinha tudo para fechar a décima rodada da Superliga masculina com uma senhora gordura na ponta da classificação. O Móveis Kappesberg/Canoas, no entanto, não quis saber de servir de escada para Bruninho e companhia.

Impecáveis e inspirados, os comandados de Paulão deram show dentro de casa e, no embalo da barulhenta torcida, aplicaram maiúsculos 3 sets a 0 (25/23, 25/21 e 25/18), no duelo realizado nesta quinta-feira (10), 
 
Apesar do resultado, o representante do Rio Grande do Sul não saiu da quinta posição, mas encostou de vez no Sada Cruzeiro e Sesi-SP, donos de 21 tentos, apenas um de frente para os gaúchos. Já os cariocas seguiram na liderança, com 23.
 
E os dois elencos nem têm muito tempo para pensar neste duelo. Já no sábado (12), o Canoas recebe a UFJF na Unisalle. O RJX, por sua vez, ganha mais um dia de treino. No domingo (13), é a vez de visitar o Super Imperatriz Vôlei em Florianópolis.

Set é apertado, mas Canoas vai melhor 
Do outro lado da rede, estava o dono da melhor campanha da Superliga, mais uma vez desfalcado de Mario Jr. O Canoas, porém, deu de ombros. E, no ritmo dos fãs, Gustavo e companhia seguraram a pressão e jogaram o primeiro set com o placar nas mãos.

No trecho final, porém, o RJX se recuperou e passou a mandar. Após uma conversa com Paulão, a equipe da casa voltou mais concentrada e se recuperou. Os oponentes, por sua vez, erraram mais do que deveriam. Os gaúchos não perderam as chances e liquidaram a parcial.
 
Canoas vai bem e fica perto da vitória
O equilíbrio se manteve presente na Unisalle no início do segundo set. Animada, a torcida gaúcha não diminuiu o ritmo e continuou a cantar forte. A turma de Gustavo correspondeu às expectativas dos fãs e cresceu na rede, colocando os atacantes rivais em dificuldades.

Marcelo Fronckowiak não gostou e tratou de pedir tempo. O RJX até reagiu, mas não a ponto de incomodar mais os anfitriões. E muito em razão dos muitos erros em todos os fundamentos, em especial no saque. Já o Canoas, pra lá de inspirado, fez bem o dever de casa e levou.
 
Quase perfeito, Canoas fatura os três pontos
Canoas e RJX abriram o terceiro set com objetivos distintos. Enquanto os primeiros queriam o resultado para fechar, os segundos precisavam chegar aos 25 para prolongar o duelo. Diante deste cenário, o confronto foi equilibrado, jogado ponto a ponto.

Depois de um início mais acirrado, o sexteto da casa se desgarrou no placar. Fronckowiak tentou promover mudanças, mudar a cara do RJX, mas o elenco continuou a colecionar erros em todos os setores. Já o Canoas, quase perfeito, manteve a mão firme pra fechar.

Fonte: Saque Viagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário