quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Superliga: No maior clássico do vôlei brasileiro, Unilever enfrenta o Sollys/Nestlé no Rio


Os holofotes do vôlei brasileiro estarão todos voltados para o Maracanãzinho, no Rio, nesta sexta-feira (11). A Unilever enfrenta o tradicional rival Sollys/Nestlé, às 21 horas, em jogo válido pela nona e última rodada do turno da Superliga 2012/13. A partida terá transmissão ao vivo do Sportv.

Jogando em casa, a equipe do técnico Bernardinho, heptacampeã nacional, busca tirar a liderança da competição do time de Osasco. Ambos tem 20 pontos (sete vitórias e uma derrota), mas o Sollys/Nestlé leva vantagem no desempate pelo set average. Quem vencer, portanto, encerra o turno na Superliga em primeiro lugar, independentemente dos demais resultados da rodada.

Para dar ainda mais emoção ao confronto, as equipes reúnem oito campeãs olímpicas, entre Pequim 2008 e Londres 2012. A Unilever conta com Fabi, Fofão, Valeskinha e Natália. Osasco tem Sheilla, Thaisa, Jaqueline e Fernanda Garay. A nona campeã olímpica, Adenízia, do Osasco, não está confirmada para o confronto por motivo de contusão.

O técnico Bernardinho espera que sua equipe se apresente de forma consistente e sem oscilações, em busca da vitória.

- O time de Osasco é completo, sem brechas. É base da seleção brasileira, um grupo com muitas virtudes. Sabemos das dificuldades que teremos pela frente - afirma o treinador - A Unilever, por sua vez, teve momentos de altos e baixos nesses oito primeiros jogos. É importante que a equipe oscile menos durante a partida.

A ponteira Natália, que defendeu Osasco por cinco temporadas (entre 2006 e 2011), fará sua estreia no clássico pela Unilever. Devido a duas cirurgias na canela esquerda, a jogadora não pode atuar na última edição da Superliga, quando já estava contratada pelo time carioca.

- As jogadoras de ambas as equipes se conhecem bem e certamente será um jogo duro. Sinto a ansiedade normal que antecede a um grande clássico, não tem jeito - comenta a ponteira - Começamos a trabalhar no fim do ano passado já focadas na partida. Esperamos começar 2013 com uma vitória, embora a gente saiba do potencial adversário.

Retrospecto positivo

O time do Rio e de Osasco são velhos conhecidos. As equipes decidiram as últimas oito edições da Superliga e já se enfrentaram 67 vezes desde 1997. A equipe carioca leva vantagem em número de vitórias: 37contra 30 da equipe de Osasco. A Unilever também lidera em número de títulos conquistados da Superliga: tem sete contra cinco de Osasco, atual campeão da competição.

Como o retrospecto pouco importa quando Unilever e Sollys se enfrentam, Fofão, capitã do time carioca, espera um jogo muito equilibrado.

-  É um clássico entre duas equipes tradicionais e favoritas para chegar ao título da competição - diz ela.

A libero Fabi, dona de cinco dos sete títulos nacionais conquistados pela Unilever, bate na mesma tecla, resumindo a importância da partida:

- São mais de dez anos de confrontos históricos entre Unilever e Osasco. Nesta temporada, elas estão na briga para tentar manter o título, enquanto a gente espera recuperá-lo. É um clássico esperado por todos: torcedores, atletas e jornalistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário