segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Superliga Feminina: Amil bate Pinheiros e garante terceira colocação no retorno de Soninha

O Vôlei Amil encerrou sua participação na fase de classificação da Superliga do jeito que a torcida gosta. Na noite desta sexta-feira (22), a Força Azul mais uma vez compareceu em bom número para encher a arquibancada da Arena Amil de garra e alegria e incentivar as atletas em quadra. E as cerca de 1.800 pessoas fizeram a festa com a vitória do time de Zé Roberto por 3 sets a 1 sobre o Usiminas/Minas, com as parciais de 25-17, 22-25, 25-22 e 25-23 em 1h59. Agora, foco total no playoff das quartas de final contra o Pinheiros. A estreia da equipe de Campinas na fase decisiva será na próxima quarta-feira (27), às 18h30, em seu ginásio.

O jogo contra o Usiminas não foi fácil, mas o técnico Zé Roberto salientou o poder de reação de sua equipe. "A virada no quarto set foi importante. E provou o quanto o saque é fundamental para a nossa equipe. É isso que espero que elas assimilem, especialmente para os playoffs, pois certamente teremos jogos difíceis", avaliou o treinador, lembrando que seu time chegou a estar perdendo o quarto período por 13/20, mas foi buscar na base da raça e de um bom serviço.


Mesmo com Lia inspirada, Amil vira com a entrada emocionante de Soninha
                               Soninha emocionada após receber o troféu de melhor da partida

Apesar das fortes emoções ao longo do jogo, os sentimentos mais intensos ficaram para o final, por conta de Soninha. A experiente ponteira, de 35 anos, entrou no quarto set e contribuiu para a vitória. Mais que isso, comprovou estar totalmente recuperada da séria cirurgia na coluna para correção de uma hérnia de disco e que será uma importante arma do Vôlei Amil nos playoffs. Com tudo isso, ela ganhou o troféu VivaVôlei de melhor jogadora e não conteve as lágrima. "É muita emoção. Eu cheguei a pensar que não voltaria mais a jogar e o vôlei é a minha vida. Devo tudo a Amil e a esse grupo, que é maravilhoso", disse.

O grande destaque da Usiminas/Minas foi a oposto canhotinha Lia Castro. Com 16 pontos na partida, ela foi a maior pontuadora do time mineiro e graças aos seus bons saques, a Usiminas abriu grande vantagem no quarto set contra o Amil. Sem Soninha do outro lado, a equipe mineira poderia ter empatado a partida em 2 sets a 2 e ter levado o jogo para o tie-break. Ao todo foram quatro pontos em aces de Lia e 12 de ataque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário