sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Superliga Feminina: Quase tudo certo, Unilever jogará um jogo dos playoffs em Curitiba.

A Federação Paranaense de Voleibol, a Secretaria do Esporte do Paraná e o Instituto Compartilhar anunciaram na quinta-feira (24.01) a realização de uma partida comemorativa pelos 16 anos do Projeto Unilever Cidadão.

O jogo reivindicado é o segundo das quartas-de-finais da Superliga Feminina de Voleibol, com data prevista para o dia 02 de março para o Ginásio do Tarumã entre a equipe da Unilever e o oponente direto ainda a ser definido pela classificação do returno.

A iniciativa de trazer um jogo para Curitiba partiu da própria equipe da Unilever de voltar ao berço da equipe que se instalou na capital paranaense no ano de 1997. Até 2005, foram oito Superligas, títulos, jogos memoráveis, grandes duelos no palco que transformou na casa do voleibol paranaense. Ao contrário do futebol, nestes 16 anos, o técnico é o mesmo: Bernardinho.

Carente de grandes eventos esportivos, exceção do futebol, Curitiba tem a oportunidade de reviver bons momentos vividos com o Rexona, hoje Unilever. Ginásio lotado, torcida inflamada e a identificação da cidade com a equipe.

Neste sentido é que o Presidente da FPV, Neuri Barbieri anunciou o jogo: "Nossa conversa com a equipe e com a Secretaria do Esporte sempre foi no sentido de oferecer algo de novo para a população. Nosso último grande evento no Tarumã foi a seleção brasileira em 2010. De lá pra cá, desconheço um evento que lotou o ginásio. O vôlei tem essa identidade com Curitiba."

Já o secretário do esporte, Evandro Rogério Roman disse que embora seja apenas um jogo comemorativo é importantíssimo resgatar o desejo do curitibano e do paranaense pelo esporte de rendimento: "Nossa política é de resgatar as boas equipes que o Paraná já teve em diversas modalidades e devolvê-las para a elite do esporte nacional. Esse jogo isolado pode ser um embrião para um recomeço.

O Instituto Compartilhar desempenha um papel importante na formação esportiva, são 15 centros em todo Paraná atendendo mais de duas mil crianças, de onde já saíram grandes nomes do voleibol brasileiro."

Até o momento, apenas o acordo entre Instituto Compartilhar, ligada à equipe Unilever; Federação Paranaense de Voleibol, intermediária junto à CBV; e a Secretaria do Esporte do Paraná, proprietária do Ginásio do Tarumã, foi firmado. Ainda falta a liberação da Confederação Brasileira de Voleibol para a transferência do jogo, já marcado para o Rio de Janeiro, sede da equipe.

Sobre o adversário, só sairá quando o returno da Superliga Feminina encerrar, no final do mês de fevereiro. Hoje, pela tabela de classificação, o adversário mais provável é o Rio do Sul de Santa Catarina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário