segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Superliga Feminina: Sollys bate Praia fora de casa

Mesmo diante de um ginásio lotado e com a torcida do Praia Clube inflamada, o Osasco não sentiu a pressão e passeou em quadra. O quinteto de campeãs olímpicas, formado por Fernanda Garay, Jaqueline, Sheilla, Adenízia e Thaísa, ganhadora do Troféu Viva Vôlei, com 16 pontos, tomou conta do jogo e levou a equipe, com a vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/15 e 25/19, aos 36 pontos na Superliga Feminina. Com mais uma derrota em casa, as mineiras estacionaram nos 31 pontos e caíram para a quinta colocação. Na próxima rodada, o Praia Clube vai a Belo Horizonte enfrentar o Minas, na segunda-feira, às 19h30m (de Brasília). Já o Osasco enfrenta o Sesi-SP na capital paulista, na terça-feira, no mesmo horário.

O duelo começou equilibrado. O Osasco, melhor equipe da competição no bloqueio e no ataque, usava as potentes cortadas da ponteira Fernanda Garay para furar o bloqueio praiano. O time de Uberlândia, por sua vez, respondia com os ataques das gêmeas Michelle e Monique, que foram muito acionadas no set inicial. Na primeira parada técnica, o Osasco vencia por um ponto de diferença. Já na segunda, o Praia estava à frente no marcador, com 16/15. Depois disso, o time paulista tomou as rédeas do jogo e abriu vantagem, com pontos decisivos de Jaqueline e Thaísa. Em 25 minutos, o Osasco fechou a etapa em 25/17.

A disputa no segundo set foi equilibrada durante pouco tempo. O Praia chegou a abrir 5/2, depois duelou ponto a ponto com o Osasco até 9/9. Mas, a experiência e maior potência das paulistas fizeram com que as donas da casa não vissem a cor da bola. A linha de frente com Sheilla, Thaísa e Jaqueline bombardeou o Praia, para o desespero do técnico uberlandense Spencer Lee. Com facilidade, o Osasco venceu o set por 25/15, em 26 minutos.
Praia Clube x Osasco (Foto: Valter de Paula)Praia Clube não conseguiu segurar a potência do atual campeão da Superliga 

O terceiro set foi um retrato do segundo. Abatido em quadra, o Praia não conseguiu segurar a força de ataque do Osasco. As paulistas impuseram um ritmo forte de jogo, novamente com as jogadas concentradas em Thaísa, Jaqueline, Sheilla e Fernanda Garay. Quando a vantagem do Osasco chegou a ficar em oito pontos, o time da casa esboçou uma reação e diminuiu o placar para 19/23. Com 29 minutos de set, o Osasco liquidou a fatura em 25/19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário