quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Superliga Masculina: RJX derrota UFJF e passa Carnaval na liderança da Superliga


Antes mesmo de o Sada Cruzeiro entrar em quadra para jogar o clássico mineiro contra o Vivo/Minas, o RJX não deu chances para o time de Contagem (MG) sequer sonhar com o retorno à liderança. Jogando no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, a equipe carioca fez a ‘lição de casa’ e bateu o UFJF pelo placar de 3 sets a 0. A partida terminou com parciais de 25/21, 25/17 e 25/17.
Com o resultado positivo conquistado diante de sua torcida, o RJX sobe para 43 pontos na tabela, ficando com campanha de 15 vitórias e três derrotas. O Sada Cruzeiro é o vice-líder, com 39 pontos, mas ainda entra em quadra nesta noite. Já UFJF, com a derrota para o time carioca, segue na parte de baixo da tabela, com somente 14 pontos conquistados (três vitórias e 15 derrotas).
O oposto Theo, do RJX, terminou com 14 pontos, saiu de quadra como o maior pontuador do jogo, com 14 pontos em sua conta. Entretanto, quem ficou com o troféu VivaVôlei, destinado ao melhor atleta do duelo, foi o central Ualas, que entrou no decorrer do jogo.
"O campeonato ainda tem muita coisa para acontecer, o segundo turno não acabou ainda e o Sada Cruzeiro está muito próximo. Por isso, cada ponto conquistado é muito importante para manter essa liderança até o final do returno", disse o jogador. "O nosso time está jogando muito bem e não tem precisado tanto dos jogadores do banco. Mas nesta noite foi bom porque quando a gente cumpre com aquilo que foi exigido é bem bacana", completou Ualas.
Marcelo Fronckowiak, treinador do RJX, também saiu satisfeito com a atuação de seus comandados. "No jogo desta quinta, a obrigação era toda nossa e a UFJF ainda tentou de todas as maneiras se aproximar do playoff, mas a seriedade do nosso grupo prevaleceu. A vitória foi muito importante para assegurar a liderança, já que, além das viagens e dos muitos jogos, temos que conviver com situações de lesões. Agora temos uma pequena pausa para entrar em um novo campeonato", analisou o treinador.
Já Maurício Bara, técnico do UFJF, lamentou a derrota fora de casa. "A tristeza maior é não ter jogado o nosso melhor vôlei. Até começamos bem, um pouco mais equilibrados, mas quando não conseguimos manter esse nível a sensação é amarga. Poderíamos ter perdido de 3 a 0 da mesma forma, mas jogando melhor do início ao fim. Isso não aconteceu e é decepcionante", confessou.
Agora, depois da pausa do Carnaval, o RJX viaja para Minas Gerais na oitava rodada do returno, onde enfrenta o Vivo/Minas, na Arena Vivo. A partida será realizada no dia 21 de fevereiro, quinta-feira, às 21h. No mesmo dia, às 20h, o UFJF busca a reabilitação em Contagem (MG), onde pega o Sada Cruzeiro, no ginásio do Riacho.

Fonte: EsportesTerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário