segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Superliga Feminina: Sollys perde set mais bate Rio do Sul em casa

Se o Rio do Sul tinha alguma pretensão de repetir o Pinheiros e vencer o Sollys/Nestlé dentro do José Liberatti, ficou só nos planos. Embora tenha tirado um set das meninas de Osasco, nesta terça-feira (29), as catarinenses não foram além e perderam por 3 sets a 1 (25/13, 26/28, 25/10 e 25/16).

Este resultado representa a 11ª vitória das laranjas na Superliga feminina de vôlei, que agora somam 33 pontos, o que pode render o segundo lugar até o final da rodada. Já o Rio do Sul se mantém com 12 tentos e na oitava colocação geral.

E é com este embalo de recuperação que o Sollys parte para o confronto com o Banana Boat/Praia Clube, na próxima sexta-feira (1º), às 21 horas (de Brasília). Já as meninas de Santa Catarina têm vida dura pela frente, já que têm encontro com a líder Unilever, em casa, às 18h30.

                                                                                                                                                                                                                                                                                     Fábio Rubinato/AGF

Sollys se recupera no Nacional

Logo no primeiro set, Jaqueline, Fê Garay e companhia mostraram que não iria ser moleza para as catarinenses. Com a combinação saque-bloqueio bastante eficiente, Thaísa fez a festa e ajudou o Sollys a largar na frente. Por sua vez, o Rio do Sul não mostrou força na defesa, tampouco no ataque, o que facilitou ainda mais a caminhada suave das pupilas de Luizomar de Moura rumo aos 25 a 13. 

Mas a concentração das donas da casa caiu no set seguinte, e o Rio do Sul aproveitou o bom momento de Elis. A atacante foi responsável por cinco dos 15 pontos de ataque conquistados pelas visitantes, que venceram por 26 a 28. O Sollys, por sua vez, não conseguiu ter o mesmo rendimento e acabou cedendo oito tentos, o que ajudou ainda mais as oponentes a empatarem o duelo.

A derrota serviu para mexer com os brios das galácticas do Sollys, que voltaram com outra atitude para o terceiro set. Decidido a não dar chance para novo azar, o time de Osasco virou uma fortaleza na defesa e permitiu que o Rio do Sul fizesse apenas quatro pontos de ataque. Assim, sem pressão do outro lado e com a cabeça no lugar, as donas da casa aplicaram 25 a 10, em apenas 20 minutos.

O Rio do Sul não desistiu e deu trabalho na quarta parcial. As visitantes lideraram o marcador até a primeira parada obrigatória, preocupando o time paulista. Mas, a partir disso, o Sollys colocou ordem na casa e tirou a desvantagem aos poucos, graças ao crescimento do bloqueio e também aos erros das rivais. No total, Neneca e as amigas entregaram dez pontos, facilitando a vitória do sexteto local por 25 a 16.

Nenhum comentário:

Postar um comentário