terça-feira, 12 de março de 2013

Mercado: Herrera fala em tom de despedida e admite saída do Praia Clube para a Europa



O vôlei brasileiro deve ficar sem a cubana Herrera.
A jogadora do Praia Clube de Uberlândia dificilmente continuará no país.
Herrera rompeu os ligamentos do joelho no fim do ano passado durante o jogo contra Campinas. A atleta continua fazendo trabalho de fisioterapia diariamente na cidade.
Para muitos, se tivesse contado com a cubana, o Praia Clube poderia ter ido mais longe na superliga.
Herrera falou com a gente sobre sua recuperação:
“Foi a contusão mais séria que sofri na minha carreira. Hoje dou prioridade ao meu joelho e a minha condição física. O clube está me dando todas as condições necessárias. Fico muito grata.”
Apesar de toda gratidão, Herrera não garante a permanência no clube.
“Ainda não sei o que vou fazer. O Praia quer que eu continue, o treinador Spencer pensa da mesma forma, mas sinceramente acho pouco provável que isso aconteça”.
O destino de Herrera deve ser a europa.
“Sempre tive o sonho de jogar na europa. Recebi propostas da Rússia, Turquia e do Azerbaijão. Fora isso tenho convite do Japão e são números superiores em termos financeiros. Quero muito viver essa experiência e atuar em centros diferentes. Estou com 29 anos e ainda tenho esse objetivo”.
A jogadora porém prefere ser cautelosa e não determina prazo par voltar a jogar:
“Não tenho pressa. Como disse, quero estar 100% e os médicos me disseram que vou estar bem em 3 meses. Portanto serei honesta quando assinar meu novo contrato independente do clube. Existe aquela dúvida de que como estarei, mas tenho certeza que serei ainda melhor”.
O compromisso de Herrera com o Praia Clube termina em 30 de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário