quarta-feira, 6 de março de 2013

Superliga Play Offs: Pinheiros briga mais Cubana leva Amil as Semifinais

A expectativa era grande. Todos queriam saber se o badalado time do Vôlei Amil, do técnico José Roberto Guimarães, iria ou não sucumbir ao jovem time do Pinheiros. Após quase duas horas de jogo, nesta noite, na Arena Amil em Campinas, veio a resposta. Com uma virada e a vitória por 3 a 1 (23-25, 25-18, 25-22 e 25-22), o time de Campinas segue vivo na Superliga.

O grande destaque do jogo foi a experiente cubana Daymi Ramirez, que foi a maior pontuadora do duelo, com 21 pontos, e recebeu o VivaVôlei como a melhor em quadra.

A partida começou cercada de mistérios. Fernandinha, que recuperada de uma cervicalgia, treinou na segunda-feira e poderia entrar no sacrifício, se fosse o caso. Zé Roberto também mostrava dúvidas quanto a escalação de seu meio de rede, com uma dúvida entre Renata Maggioni e Andressa. Na hora H, nem Fernandinha, nem as centrais entraram como titulares. O técnico campineiro não quis arriscar e deixou Fernandinha fora das 12 e ainda optou pela experiente Natasha com titular no meio.

Assim como nos dois duelos anteriores, a partida começou equilibrada. O Pinheiros apostava bastante em uma nova boa atuação de sua ponteira Ellen e do trabalho de seu bloqueio, mas para azar do técnico Wagão, não era a noite do time.
 Pinheiros sai na frente, mas Ramirez comanda virada e vaga do Vôlei Amil
                                                 Ramirez foi o destaque da partida

Ainda que longe da atuação de sábado, o Pinheiros começou o jogo assustando e vencendo o primeiro set, graças aos 10 erros contra quatro cometidos pelo Vôlei Amil. Muito deles sendo dois toques no levantamento de Pri Heldes, segundo interpretação do árbitro Silvio Silveira.

Com a vantagem, o time do Pinheiros acabou se complicando devido ao bom saque do time da casa. Mirando a ponta Glauciele, o time da Amil desestabilizou o passe das visitantes que passaram a errar demais, invertendo a conta: 10 erros para o Pinheiros, quatro para a Amil e vitória do time da casa por 25-18.

No set três, o bloqueio do Pinheiros deu as caras para equilibrar o jogo, anotando seis pontos, mas ainda com complicações na recepção, o time cedeu três pontos de saque, cinco de bloqueio e mais cinco de erros para o time da casa. No final, os pontos de saque fizeram a diferença e impuseram a vantagem que fechou o set em 25-22.

Abatido, o Pinheiros voltou cometendo erros no quarto set. Apesar dos cinco pontos de bloqueio no set (15 no jogo, contra 12 do rival), a maior eficiência do ataque comandado por Ramirez decidiu o placar e a partida: 25-22.

Ao fim do jogo, Ramirez, assim como todo o time campineiro, desabafou, soltando inclusive uma banana sem destino especifico. A atleta comentou a classificação. “Foi um jogo duro, agora é uma fase diferente, o time vem crescendo e acho que fomos superiores.”

José Roberto Guimarães fez questão, além de elogiar sua equipe, de parabinazar o trabalho do Pinheiros. “Primeiro quero parabenizar meu time, foram três jogos muito desgastantes, mas gostaria de enaltecer o trabalho do Wagão. Fizeram um trabalho maravilhoso com essas meninas, tiveram uma evolução tremenda e para nós foram jogos muito difíceis. Fico feliz com o trabalho deles e teria o mesmo discurso se tivéssemos perdido.”

O treinador completou salientando a importância da classificação. “Foi importante para a gente estar na semifinal, era a nossa meta esse ano, chegar a final do Paulista e a semi da Superliga. Para primeiro ano está de bom tamanho. Sabemos que é difícil vencer Osasco, mas vamos tentar”, finalizou Zé Roberto.

Capitã e maior pontuadora do Pinheiros, com 13 pontos no jogo, Andréia mostrou em suas palavras qual era o sentimento do time após a eliminação. “Foi uma honra liderar essa equipe fantástica, com meninas aguerridas, foi muito bom. Não saio com “o dever cumprido”, pois acho que a gente podia mais. É uma pena acabar o campeonato aqui”, disse a ponta.

Classificado, o Vôlei Amil enfrentará na Semifinal o Sollys Nestlé. O primeiro jogo será no sábado, dia 09/03. No outro duelo, Unilever e Sesi fazem o primeiro jogo na sexta, 08/03, na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário