quarta-feira, 20 de março de 2013

Vôlei Nacional: Em Entrevista à TV, Rodrigão explica os principais motivos do corte de Ricardinho


Um assunto que já parecia enterrado pode voltar à tona nos próximos dias. O ex-jogador da seleção brasileira e atual atleta de vôlei de praia Rodrigão concedeu uma entrevista ao canal Esporte Interativo e que irá no ar na integra no próximo sábado, onde abordou entre outros assuntos, um caso que por muito tempo esteve mal esclarecido. Campeão Olímpico em Atenas 2004 ao lado do levantador Ricardinho, o ex-central resolveu contar seu parecer sobre o corte do ex-companheiro às vésperas dos Jogos Panamericanos de 2007 no Rio de Janeiro, que após longo período, pareceu ter sido esclarecido em 2012 com sua volta a seleção para a disputa da Liga Mundial e dos Jogos Olímpicos.

- Foram vários pontos que ele (Ricardinho) reclamava, às vezes com razão. Ele falava que a seleção brasileira não poderia estar num hotel desses. A gente ficou num hotel de passagem, onde geralmente ficávamos uma noite, e nós ficamos uma semana em condições não ideais. Ele realmente estava com a razão, só que ele tinha que conversar com o Bernardo, mas ao invés de conversar com Bernardo, ele falava no ônibus com todo mundo que era um absurdo, fazia gracinha com a situação e não pode, eu acho que é uma coisa mais particular. Eu acho que esses erros que o Ricardo fez, que o Bernardo avisou que estava incomodando, que não estava mais legal, para dar uma maneirada, e que ele não fez, aí espalhou - conta o jogador.

Rodrigão também comentou a postura de Bernardinho, que segundo o relato, teria avisado ao atleta antes de tomar a decisão do corte.

- O Bernardo tomou uma atitude, avisou a ele primeiro sobre essa questão de não espalhar um negócio, falar individualmente ou com o grupo, e não jogar no ventilador, em público,  na frente de pessoas que não precisava, e ele acabou punindo o Ricardo pra ver se ele entendia o alerta dele.

Rodrigão finalizou o assunto dizendo que o único prejudicado no episódio foi o próprio ex-companheiro.

- Depois do corte foi ainda pior, porque aí ele foi pra imprensa, já não era só a gente, foi pra imprensa e falou mais coisas que não eram pra serem expostas e acabou sendo prejudicado. Ele foi o principal prejudicado, o grupo sofreu mas ele foi muito prejudicado, ficar de fora de uma olimpíada, um cara da qualidade dele, do caráter dele, um cara que eu admiro, ele não podia ter ficado de fora.

Fonte: Melhordovôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário