terça-feira, 9 de abril de 2013

Club World Championship: Possibilidade de encarar Sollys anima Fofão


Considerado o maior clássico do vôlei, o confronto entre Unilever e Sollys/Nestlé pode romper a fronteira brasileira e ganhar o globo, na edição deste ano do Mundial de Clubes, em outubro.

Atual campeão, o representante de Osasco tem grandes chances de receber o convite da FIVB. A prática foi usada nos últimos dois anos, com Fenerbahce e Rabita Baku, medalhistas de ouro nas edições de 2010 e 2011, respectivamente.

Já a Unilever, para jogar pela primeira vez o torneio, precisa confirmar o favoritismo no Sul-americano de Clubes, com início no próximo dia 1º, no Peru. Os adversários ainda não foram definidos pela Confederação Sul-americana de Voleibol.

A possibilidade de encarar as maiores rivais, em um campeonato global, anima Fofão. 

- Seria interessante ter dois times brasileiros disputando o Mundial, quem sabe uma final. Agora, vai virar de fato um clássico mundial, para o mundo todo ver - brincou.

E, no que depender da vontade da levantadora, o resultado vai ser o mesmo da decisão da Superliga feminina.

- Nós sabemos o quanto é importante para a Unilever ganhar o Mundial. Com certeza, vamos brigar por esse título também.


Nenhum comentário:

Postar um comentário