quarta-feira, 24 de abril de 2013

Mercado Internacional: Após Garay, Fenerbahçe contrata mais duas


Nesta terça-feira (23/04), o Fenerbahce anunciou mais duas estrangeiras contratadas para a temporada 2013/2014: a norte-americana Alisha Glass e a tcheca Aneta Havlickova. Após garantir a presença de Fernanda Garay na equipe, a formação turca mostra para os rivais no país, logo após a final da competição nacional, que está disposto e retomar o reinado na Turquia. Neste ano, o time ficou na quarta colocação na fase regular do Campeonato Turco, sendo eliminado nas semifinais; na Copa do Turquia, caiu ainda nas oitavas de final; e na Copa CEV perdeu a final para uma equipe polonesa. Com os resultados, as yellow angels ficarão de fora da Champions League por mais um ano, e dependendo de um wild card para participar do torneio.

O time ainda não anunciou oficialmente, mas o comandante desta nova formação deverá ser o italiano Marcello Abbondanza. Nesta última temporada, o treinador estava no Rabita Baku, com a qual conquistou o título do Campeonato Azeri. Abbondanza levou a equipe ao vice-campeonato do Mundial de Clubes, enfrentando na final o Sollys/Nestlé, de Fernanda Garay. O Rabita também foi vice da Champions League, perdendo a final para o Vakifbank Istambul.

Na Itália, Abbondanza dirigiu importantes equipes antes de se aventurar no Azerbaijão. Entre 2003 e 2006 ficou à frente do Pesaro, conquistando nesse tempo uma Copa CEV. Depois, dirigiu os extintos Jesi (onde treinou Jaqueline) e Forlí para depois chegar ao Villa Cortese, equipe que comandou entre 2009 e 2012 e conquistou duas Copas Itália. O sucesso no time lhe rendeu um convite para treinar a seleção búlgara, de Elitsa Vasileva, a qual dirige desde 2011.


Apostas de 25 anos

Nas últimas temporadas, em sua recente carreira internacional, a levantadora Alisha Glass passou pela Superliga, pela Orlen Liga, na Polônia, e pelo Campeonato Italiano. Na temporada 2010/2011, aos 22 anos e já na seleção adulta, a atleta teve sua primeira oportunidade de jogar numa competição fora dos torneio universitários dos Estados Unidos. E foi no Brasil, numa passagem relâmpago pelo Vôlei Futuro. Ainda no início da temporada a levantadora machucou a mão, retornou ao seu país para fazer um tratamento e nunca mais voltou.

Na temporada seguinte, Glass foi contratada pelo Atom Sopot, da Polônia, e levou a equipe ao título da competição nacional. Em 2012/2013 a atleta desembarcou pela primeira vez na Itália, no Modena, numa equipe recheada de estrelas, como Taismary Aguero e Paola Paggi. O time, no entanto, se afundou em dívidas, fechou no meio da temporada e a jogadora ficou pelo caminho. No Fenerbahce, substituindo a compatriota Lindsey Berg, é a chance da jogadora reencontrar o bom voleibol. Nesse meio tempo de clubes, a jogadora fez boas partidas pela seleção, inclusive sendo eleita a melhor levantadora de uma edição do Grand Prix, mas foi cortada por Hugh McCutcheon para as Olimpíadas de Londres.

Aneta Havlickova, assim como Glass, tem 25 anos e foi uma das gratas surpresas do voleibol europeu nas últimas temporadas. A oposto apareceu definitivamente no cenário internacional com o italiano Busto Arsizio, na temporada 2011/2012 na qual conquistou todos os títulos que disputou e ainda foi eleita a melhor jogadora da Copa CEV. Suas atuações chamaram a atenção dos investidores do Azerbaijão, e na última temporada a atleta, de 1,93 metros de altura, defendeu o Lokomotiv Baku, mesma equipe de Ju Costa, que está voltando para o Brasil - foi contratada pelo Sesi-SP.

Reforços e limites de estrangeiras

Na temporada que terminou há pouco, o Fenerbahce possuía em seu plantel quatro atletas estrangeiras: Paula Pequeno, Mari, Kim Yeon-Koung, Berenika Okuniewska e Lindsey Berg. Com essas contratações, a equipe turca já tem confirmadas três atletas de fora, que é o limite máximo para as partidas no Campeonato Turco. A sulcorena Kim ainda deve renovar com a formação turca.

fonte: melhordovolei.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário