quinta-feira, 25 de abril de 2013

Mercado Nacional: Alívio no atual campeão


Uma reunião, na quarta-feira, na EBX, garantiu a continuidade do RJX para a próxima temporada.
Pessoas ligadas ao time e que foram ouvidas pelo blog estavam aliviadas. Ainda está em discussão a possibilidade de alguns apoiadores serem incorporados ao projeto, atualmente bancado pelo empresário Eike Batista. Fontes do mercado estimam um custo entre R$ 13 e 17 milhões, respectivamente, nas duas últimas temporadas. Pelo acertado no encontro, o time de Marcelo Fronckowiak poderá manter boa parte de sua base, já que não houve o corte de até 50% no orçamento que chegou a ser ventilado.

Para que fique claro, a situação do encerramento das atividades do RJX foi mais real do que muitos imaginam. Uma derrota para o Vivo/Minas, em casa, na terceira partida da semifinal, poderia ter decretado o fim do projeto. Mesmo um revés na final contra o Sada/Cruzeiro poderia ter tido consequências drásticas.
Agora, os dirigentes iniciam as negociações com os atletas, já que vários deles haviam dado a palavra de que esperariam até o fim de semana. Caso não houvesse decisão, iniciariam tratativas com outros clubes. O mercado brasileiro de atletas estava bem morno, justamente esperando a definição do RJX para esquentar um pouco. A disputa do Sul-Americano, no início do próximo mês, em BH, também pesou para que o vaivém não ficasse mais intenso.

Bruninho e Lucão, por exemplo, estão na lista de reforços do Sesi. O levantador já havia avisado José Inácio Salles, gestor do projeto carioca, de que a prioridade era continuar, por estar “em casa” e vislumbrar uma permanência mais longa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário