domingo, 21 de abril de 2013

Mercado Nacional: Giovane Gavio estuda três opções

 
Desde sua saída do Sesi-SP, o técnico Giovane Gavio vem estudando com atenção os projetos que pode assumir na temporada 2013/2014. Com um currículo vencedor, o bicampeão olímpico tem capacidade para assumir qualquer equipe na próxima Superliga e dificilmente ficará fora da principal competição interclubes do país. Neste momento, existem apenas conversas e rumores, sendo que uma definição oficial só deve ocorrer em maio. 
No ramo da especulação, Giovane Gavio tem, atualmente, três opções, que até não foram confirmadas por nenhum dos clubes. A primeira possibilidade seria de assumir o Volta Redonda, que conquistou vaga nos playoffs da última Superliga e pretende dar mais um passo rumo a resultados melhores. A UFJF também pode ser o destino do treinador, que é natural de Juiz de Fora, e conta com a admiração e Maurício Bara, técnico e idealizador do projeto na cidade. Para completar, ele teria sido convidado pelo levantador Ricardinho para trabalhar em uma nova equipe a ser organizada em Maringá. 
Vamos aos fatos concretos. Neste momento, o Volta Redonda trabalha para conquistar patrocinadores visando a próxima temporada e apenas se conseguir esse parceiros deve fechar com Giovane Gavio. No caso da equipe paranaense, Ricardinho tem esse sonho antigo, mas precisaria de vários apoios, sejam eles públicos ou privados, para tirá-lo do papel. Já na UFJF, a chegada de um treinador como ele poderia alavancar o projeto, mas também inflacionar o orçamento da equipe. 
- Seria um prazer poder trabalhar com o Giovane. Mas tem muitas outras coisas que temos que fazer. Eu acho que a figura dele, a competência dele, não importa realmente muito a função, seja de treinador ou outra mais geral dentro do projeto. Mas é uma coisa que talvez tenha que partir dele. Nesse momento depende muito mais de partir dele do que da gente. Temos outras necessidades momentâneas, não em relação a treinador ou coordenador, mas necessidade de fomentar o projeto e garantir o projeto para as próximas temporadas, uma coisa que ele até poderia nos ajudar - afirmou o técnico e diretor da faculdade de educação física da UFJF, Maurício Bara. 

fonte: http://www.espacodovolei.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário