sábado, 6 de abril de 2013

Seleção: Murilo decide operar o ombro e deve ficar seis meses parado


Menos de uma semana após a eliminação na semifinal da Superliga Masculina, Murilo já começou a planejar a próxima temporada. O ponteiro, que desde o ano passado sofre com dores no ombro, decidiu operar e vai ficar seis meses longe das quadras.

- Vou fazer a cirurgia o mais rápido possível. Tem uma questão burocrática que eu preciso esperar, mas já estou vendo com o médico a data, eu gostaria de fazer o mais rápido que der, talvez na próxima semana, mas não depende só de mim. É uma cirurgia que eu já venho deixando para depois há mais de um ano. Quando terminou a Superliga do ano passado eu tive a opção de fazer, mas preferi jogar a Olimpíada, já que a gente esperou quatro anos pela aquela Olimpíada e eu não poderia ficar de fora. No fim dos jogos de Londres eu fiz novos exames, foi sugerido que eu fizesse, mas eu não achei muito justo com o Sesi, porque eu ia perder toda a Superliga, então acabei optando por disputar mas esta temporada controlando bastante, não estando 100%. Finalmente agora acho que vai dar tudo certo. Eu preciso fazer isso, até pensando no próximo ciclo Olímpico e pensando também na minha carreira. Não posso mais ficar sofrendo e incomodado com isso que me atrapalha bastante principalmente nos treinamentos. Atrapalho o grupo e o técnico também, que tem que ficar dosando a intensidade e a quantidade de bolas que posso atacar nos treinos, então é para o meu bem. É uma recuperação um pouco longa, são 6 meses, mas eu preciso fazer e o momento é esse - disse o jogador.

Murilo espera estar pronto para a próxima Superliga, mas sabe que não vai poder defender a seleção brasileira este ano. A situação já foi conversada com o técnico Bernadinho, que deu todo apoio ao jogador.

- Eu venho conversando há mais de um ano com o Bernardo para falar a verdade. Ano passado ele participou das conversas com o doutor Ney Pessegueiro, médico da seleção, isso aconteceu no final da Superliga e no início da Liga Mundial da temporada passada. Decidimos juntos isso, e também junto com a diretoria do Sesi, decidimos que eu jogaria a Olimpíada. Esse ano eu já liguei pra ele algumas vezes e conversamos sobre isso. Vou tentar conversar com ele neste fim de semana também, antes da final da Superliga Feminina. Nós vamos traçar alguns objetivos e algumas metas, lógico que para esse ano eu não vou ter tempo para voltar a seleção, mas estaremos muito bem representados. Acho que vai ser um ótimo ano para o Bernardo testar os novos talentos que apareceram nesta Superliga, que vão ter chance nesta Liga Mundial. Com certeza Bernardo vai continuar fazendo o trabalho que ele vem fazendo nos últimos 12 anos que é levar a seleção sempre ao pódio - contou o atleta em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo.

Antes da cirurgia, Murilo tem outro compromisso. Neste domingo, o ponteiro acompanhará a grande decisão da Superliga Feminina, no Ginásio Ibirapuera, e vai torcer, é claro, pela esposa Jaqueline, ponteira do Osasco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário