quarta-feira, 3 de abril de 2013

Superliga: Luizomar controla tensão do Osasco e prepara surpresa para final



Já são oito finais seguidas de Superliga, além dos demais confrontos carregados de rivalidade entre Osasco e Rio de Janeiro durante os últimos anos. Mesmo assim, a quatro dias da nona decisão, às 10h deste domingo, no Ibirapuera, o time paulista busca uma maneira de surpreender um adversário que se tornou inimigo íntimo. Para isso, a conversa é fundamental nos planos do técnico Luizomar de Moura.

O comandante do Osasco age em duas frentes para levar vantagem contra o rival: análise exaustiva de jogos passados e bate-papo. Muito bate-papo com as suas comandadas.

- É a hora de monitorar tudo. Monitoramos o humor, a tensão e a ansiedade das meninas. Nossas jogadoras são experientes e estão acostumadas a decisões. Nesses dias conversamos mais, elas me procuram para conversar, para bater mais papo sobre o que vai acontecer na final - conta o treinador.

Luizomar afirma que detalhes decidirão a partida deste domingo, já que os dois times se conhecem há tanto tempo. Mesmo assim, ele ainda aposta em algo diferente. Seja na base do talento individual, seja com o estudo profundo do rival.

- Sempre é possível fazer algo diferente. É nessa hora que a grande atleta mostra seu valor. Ela sabe que estará extremamente marcada e será estudada, mas isso serve como combustível, como motivação. Sempre tem algo a ser trabalhado. Estamos fazendo um monitoramento constante nessa reta final.

A tecnologia é outra parceira fundamental. Luizomar acompanha e avalia não só os jogos do Rio, como também os vídeos do próprio Osasco. Todo detalhe é importante para ser aplicado nos últimos treinos até a grande final de domingo.

- Estamos analisando o material da temporada inteira do adversário, vendo as estatísticas, os números, os vídeos. Também estudamos o que nós apresentamos para identificar se existe algum desequilíbrio. E aí repetimos nossa estratégia na quadra - conclui Luizomar, no comando do Osasco desde 2006 e em busca de seu quarto titulo de Superliga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário