terça-feira, 28 de maio de 2013

Caso Visser: Dirigente pode ser o assassino da jogadora


Após encontrar os corpos da ex-jogadora Ingrid Visser e de seu marido, a polícia espanhola divulgou mais informações sobre o caso em entrevista coletiva nesta segunda-feira (28/05) em Murcia.

De acordo com as autoridades, um ex-dirigente da equipe de Murcia é um dos suspeitos de terem cometido o crime e inclusive já detido junto com outras duas pessoas.

As investigações apontaram que Ingrid teria se encontrado duas vezes com o dirigente, nos dias 13 e 14 de maio. Os encontros foram por motivos referentes ao trabalho, informou a polícia. Porém, o que deveria ter sido uma reunião amigável se tornou uma acalorada discussão, que culminou com o assassinato brutal do casal.
Os corpos foram encontrados em um bosque da cidade. Apesar do envolvimento do dirigente, a polícia não afirma que o clube também estaria envolvido no caso.

O nome do dirigente é Juan Cuenca Llorente, que tinha acesso as contabilidades do clube até o fechamento do time devido a crise financeira, em 2011. Muitos jogadores e também alguns hotéis da cidade, inclusive onde Ingrid e seu marido estavam hospedados, posteriormente chegaram a reclamar de falta de pagamentos por parte do clube.

fonte: Melhordovôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário