sexta-feira, 17 de maio de 2013

Club World Championship: Nos bastidores, Sollys trabalha para ir ao Mundial de clubes


A dica foi dada pelo ex-jogador Nalbert, hoje comentarista do “SporTV”, através do Twitter. No dia 12 de maio, ele escreveu:

- No feminino, o único brasileiro garantido é o Rio de Janeiro. A principio,o Mundial será disputado por 6 equipes. Se o torneio for disputado por 8 times,o Osasco deverá ser convidado por ser o último campeão mundial.Esta definição sairá nos próximos dias

Pois bem: fui atrás do assunto e, apesar de não confirmarem oficialmente, os dirigentes do Sollys Osasco tentam discutir o assunto com o presidente da FIVB (Federação Internacional de Vôlei), Ary Graça.
A ideia é contestar o que, hoje, é uma diferenciação entre o torneio masculino e o feminino: enquanto entre os homens a entidade já confirmou uma disputa com oito disputas (com o Trentino convidado na condição de campeão do ano passado), o campeonato das mulheres inicialmente será entre seis equipes, sem convite para o atual campeão Sollys.

Nos últimos anos, o torneio masculino também teve dois times a mais que o feminino, mas isso era reflexo do fato de as competições serem realizadas no Catar, uma sociedade que não valoriza as mulheres esportistas. Em outras palavras: eles praticamente “engoliam” o torneio das meninas para não perder o que consideravam o “filé mignon”.

Agora, com Suíça recebendo o Mundial feminino e o Brasil o masculino, não há mais essa desculpa. Ambos os títulos serão disputados no mês de outubro.

fonte: Saídaderede

Nenhum comentário:

Postar um comentário