quarta-feira, 8 de maio de 2013

Mercado Nacional: Giba e Murilo são os triunfos de Giovane para criação de time em Barueri


Não é novidade para ninguém que o ex-técnico do Sesi Giovane Gávio está em contato com dirigentes de Barueri-SP, para a criação de um time masculino na região metroopolitana de São Paulo. Nessa quarta-feira (08/05), um fato novo veio a tona nesta história.

Segundo divulgou o site Globoesporte.com, Giba, que recentemente encerrou sua participação pelo Bolivar no Campeonato Argentino, e Murilo, que não renovou com o Sesi e se recupera de uma cirurgia no ombro, estão entre os principais nomes que a nova equipe poderá ter.

Em entrevista para o site, Giovane afirmou que Barueri já se colocou à disposição para ser a sede da equipe, cabendo a Giovane a tarefa de buscar um patrocinador para bancar os dois jogadores e a equipe. Giovane também afirmou que quatro equipes o procuraram para realizar o trabalho, mas que Barueri está entre os preferidos.

- As notícias que tenho são boas. As conversas para dar início a esse projeto de um novo time estão adiantadas. A questão agora é financeira, porque precisamos arrumar um patrocinador para poder formar uma equipe forte. Eu já tenho toda estrutura à minha disposição. A prefeitura de Barueri, o Pinheiros, Botafogo e Florianópolis abriram as portas. Fui procurado por muitas pessoas, o que me deixou muito contente, porque provou que as pessoas confiam no meu trabalho.Cada cidade ou clube tem uma característica própria. Então, a opção por um ou outro ficará mais nas mãos do patrocinador. Só que Barueri e Pinheiros saem na frente por já terem uma excelente estrutura.

Murilo, também disse ao site estar animado e em contato com Giovane sobre a formação desse time.

- Aqui no Brasil, as equipes estão um pouco limitadas no masculino, principalmente em São Paulo. Seria bacana continuar na minha casa. A Jaqueline poderia continuar jogando no Osasco. O Giovane está falando comigo quase diariamente, procurando um patrocinador que banque nossas despesas, porque a prefeitura não pode pagar os salários dos jogadores - informou.

A única preocupação do treinador é quanto ao prazo. Segundo Giovane, o tempo é curto para que se possa montar uma equipe em condições de jogar a Superliga.

- Tenho um carinho muito grande pelo Murilo. Por causa dessa amizade, ele está me esperando para acertar contrato comigo. Só que se nada acontecer até a próxima semana, não poderei mais segurá-lo. Estou correndo contra o tempo, se não os outros times ficarão muito à frente na busca por atletas. Por enquanto, só o Sesi e o Cruzeiro estão com times quase montados, então ainda tenho um tempo.

fonte: MelhordoVôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário