sexta-feira, 3 de maio de 2013

Mercado Nacional: Murilo no Minas?


Enquanto nos bastidores do vôlei masculino a discussão é pela possível transferência do ponteiro Lucarelli, do Minas, para o Sesi-SP, graças à insistência de seu procurador, Rogério Teruo, o Minas já começa, não só a montar o time para a próxima temporada como também a pensar em reforços. O clube teria feito uma proposta a ninguém menos que o ponteiro Murilo, eleito o melhor jogador do mundo em 2010.

O jogador já acertou o seu desligamento do Sesi-SP, já que terá de fazer uma cirurgia no ombro direito, para poder voltar a jogar, o que o manteria afastado das quadras de seis a nove meses. Murilo no entanto, já admitiu publicamente que ainda mantém um vínculo moral com a equipe paulista e que não está descartada sua permanência quando da volta aos treinos e competições.

A proposta do Minas, no entanto, teria encantado o jogador. O clube propôs a ele fazer toda a sua recuperação pós-cirúrgica com alguma remuneração e ele só precisaria jogar quando estivesse totalmente recuperado, ou seja, não há pressa.

Murilo estaria disposto a aceitar e assinar um pré-contrato, principalmente porque depois do desligamento do Sesi não tem como se manter sem um salário. A notícia agrada também a dirigentes da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), bem como ao técnico Bernardinho, da Seleção Brasileira.

O ponteiro já havia conversado com o técnico e planejado, no fim dos Jogos Olímpicos, que ele iria parar para se tratar nesta temporada, a fim de estar pronto para futuras convocações e, principalmente, para os Jogos Olímpicos Rio’2016.

Bernardinho já tinha, há tempos, o plano de descansar os principais jogadores brasileiros, bastante desgastados depois de 13 anos defendendo o Brasil em competições duras. Murilo seria um jogador-chave para o treinador a partir da temporada 2014, por isso a necessidade de descansá-lo e recuperá-lo.

Assim como Murilo, Dante e Escadinha não deverão ser utilizados na temporada que se inicia. Giba não deve mais figurar entre os convocados. A CBV pensa em fazer um jogo de despedida, pelos serviços prestados ao vôlei brasileiro.

RENOVAÇÕES


O clube vem trabalhando, não só para reforçar o grupo comandado pelo técnico Horacio Dileo, mas também para a manutenção dos jogadores da equipe atual. Marcelinho já está com um acordo de renovação praticamente acertado. O oposto tcheco Filip Rejlek já acertou mais um ano de contrato.

Henrique, Otávio e Maurício, os três meios de rede do grupo, o líbero Lukinha, os ponteiros Lucas Lóh e Samuel também estão em entendimentos para a renovação. O clube tenta também um acerto com o ponteiro argentino Rodrigo Quiroga, que teria propostas para voltar à Europa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário