quarta-feira, 12 de junho de 2013

Vôlei Nacional: Superliga poderá ter sets a 21 pontos

Apesar de há um tempo atrás ter saído uma informação, de que a FIVB tinha desistido dessa mudança, parece que o assunto voltou a ser estudado. E os olhos da FIVB e das principais organizações do vôlei, entre elas a CBV, se voltarão para a Bulgária e Turquia, palcos da reta decisiva das edições feminina e masculina da Liga Europeia. Será lá, a partir do dia 11 do próximo mês, que serão testadas pela primeira vez as disputas de sets a 21 pontos, sendo que o tie-break seguirá de 15.

O objetivo é diminuir o tempo da partida, para tornar a modalidade mais atrativa para a TV. Se vingar na competição europeia, o novo sistema tem grandes chances de ser adotado na edição 2013/14 da Superliga. As paradas por parcial, hoje um total de seis, também podem ser reduzidas para três, com um pedido de tempo para cada técnico e um obrigatório.

A CBV já avisou às equipes sobre as possíveis mudanças. O martelo, porém, só será batido após a fase de testes.

- Essas mudanças são muito importantes para o crescimento do esporte. O vôlei no Brasil cresceu porque a televisão ajudou muito. Pode ser legal jogar sets de 21. Mas é preciso testar primeiro - defendeu Zé Roberto, técnico do Vôlei Amil.

Recentemente, aconteceram outras mudanças no voleibol. O cartão amarelo, por exemplo, virou apenas uma advertência, enquanto o vermelho passou a ser ponto. Além disso, o “desafio” já está sendo usado nos duelos da Liga Mundial. Há também a intenção de diminuir para 15 segundos o tempo para o jogador executar o saque.

fonte: SaqueViagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário