sexta-feira, 28 de junho de 2013

Vôlei Nacional: Vôlei Amil se prepara para trocar rotina espartana de treinos físicos pelo trabalho com bola


Musculação. Pilates. Alongamento. A rotina de base de um time de alto rendimento como o Vôlei Amil é puxada em início de temporada. Bola que é bom, pouco se vê nessa fase, mais focada nos fundamentos básicos do jogo. Desde sua apresentação em Campinas, no início de junho, as atletas têm rotina espartana na parte física. Por outro lado, na quadra a situação é bem mais leve, resumida, basicamente, a exercícios de fundamentos como passe, toque e manchete.

Enquanto o técnico Zé Roberto está à frente da Seleção Brasileira, o comando dos trabalhos está nas mãos do preparador físico Lucas Tessutti e do estatístico e assistente técnico Wendel Ramos Silva. 


- Essa fase é fundamental para prepararmos o corpo das atletas para suportar as altas cargas de atividade a que serão submetidos ao longo da temporada - explica Tessutti, que atua segundo as orientações de José Elias Proença, também servindo as cores do Brasil neste momento.

A boa notícia é que as atividades ‘sem graça’ de quadra estão com os dias contados. A partir da próxima semana, as atletas serão liberadas para saltar e o treino com bola vai ganhar mais cara de jogo, com cortadas, saques e bloqueios. A capitã Walewska resume bem o sentimento do grupo. 


- Sabemos da importância desse trabalho de base. A temporada será longa e promete ser difícil. Assim, vale a pena encarar esses dias mais sofridos de treino físico. O bom é que já vamos começar a treinar de verdade com bola - avalia a central do Vôlei Amil.

Wendel Ramos explica que a evolução da condição física e técnica das atletas será gradativa, visando o primeiro compromisso do Vôlei Amil na temporada 2013/14, o Campeonato Paulista. 


- Todas as jogadoras estão respondendo bem às atividades propostas até aqui e a programação é para que estejam em boas condições de jogo no final de julho - explica. A tabela do Estadual ainda não foi divulgada pela Federação Paulista, mas a expectativa é de que as partidas comecem a ser disputadas entre os últimos dias de julho e início de agosto.

Nesse início de temporada, o Vôlei Amil conta com um grupo ainda dividido. Parte está com a Seleção Brasileira que se prepara para o Grand Prix e parte treina na Arena Amil. Em Campinas estão as centrais Walewska, Carol Gattaz e Angélica, as levantadoras Pri Heldes e Rosane, a ponteira/oposta Ju Nogueira e a líbero Michelle. As ponteiras Tandara e Natália e a levantadora Claudinha se concentram no Rio de Janeiro com Zé Roberto e sua comissão técnica na Seleção. Já a ponteira/oposta Rosamaria está disputando o Mundial Juvenil, enquanto a ponteira norte-americana Kristin Richards também defende a equipe de seu país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário