segunda-feira, 17 de junho de 2013

Vôlei Nacional: Vôlei Brasil Kirin apresenta sua equipe em Campinas


O torcedor do vôlei masculino de Campinas agora já sabe quem serão seus ídolos. O elenco e a comissão técnica do Vôlei Brasil Kirin foram apresentados nesta segunda-feira para a disputa da Superliga, Campeonato Paulista e demais competições na temporada 2013/2014.

Atual vice-campeã paulista, a equipe de Campinas agora busca vôos maiores. Para tanto, ganhou um reforço de destaque com a chegada da nova patrocinadora. A Brasil Kirin será a parceira do vôlei masculino de Campinas pelos próximos quatro anos, até 2017. A empresa de bebidas possui tradição de investimento no esporte com algumas de suas marcas de produto, e agora, chega ao vôlei de quadra. 

- O nosso compromisso com o patrocínio da equipe de Campinas vai além do time profissional. Um dos pilares do projeto é a inclusão de jovens que sonham em trilhar uma carreira como atleta profissional, por meio do patrocínio à categoria de base. Outro pilar muito importante é a iniciativa social por meio dos núcleos com aulas de mini vôlei no contra turno escolar possibilitando o contato dos jovens com o esporte. - afirma Juliana Nunes, VP de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade da Brasil Kirin.

O embaixador da equipe continuará sendo o multicampeão Maurício, duas vezes medalhista de ouro em Olimpíadas (1992 e 2004), entre tantos outros títulos. Com experiência dentro e fora das quadras, o ex-levantador da seleção brasileira de vôlei espera colher bons frutos com a nova equipe.

- A Brasil Kirin chegou proporcionando uma estrutura muito bacana e vamos trabalhar duro para corresponder da melhor forma dentro da quadra. Formamos um grupo forte e temos excelentes condições de desenvolver nosso trabalho. As expectativas são as melhores possíveis - prevê Maurício.

Em suas três primeiras temporadas, a equipe de Campinas conquistou por duas vezes o vice-campeonato paulista e sagrou-se campeã dos Jogos do Interior em 2012. Na última Superliga, a equipe terminou a fase de classificação em 4º lugar, sendo eliminada nas quartas-de-final.

No comando da equipe do Vôlei Brasil Kirin estará o treinador Alexandre Rivetti, que era auxiliar técnico do time de Campinas até a temporada passada. Conhecedor de cada detalhe dos atletas que seguirão no projeto, ele se mostra entusiasmado com a manutenção da base do elenco e a chegada dos reforços que finalizaram a montagem do grupo para esta temporada.

- Fico feliz de ter a oportunidade de comandar uma equipe competente como essa que foi montada. Com muito trabalho sei que teremos condições de buscar muitos títulos - comemorou Rivetti, que terá a partir de agora os reforços dos pontas João Paulo Tavares, João Paulo Bravo e Mineiro, do levantador Paulo Renan, do meio de rede Vini e do oposto Bérgamo, além da continuidade do líbero Alan, da Seleção Brasileira, dos meios de rede André Heller e Gustavão, do oposto Rivaldo, do ponta Diogo e do levantador Rodriguinho.

A parceria do time de Campinas com a Brasil Kirin foi viabilizada pela ESM, empresa de marketing esportivo, gestora do projeto. O diretor-geral da ESM, Luiz Fernando Ferreira, comemorou o acerto por quatro anos e a manutenção da equipe de vôlei na cidade.

- A Brasil Kirin é uma empresa extremamente respeitada e decidiu apoiar este projeto de longo prazo por acreditar na seriedade de todos que o conduzem. Isso é bastante relevante no nosso cenário social e esportivo. Retribuir o carinho e o apoio de todos que abraçaram o vôlei em Campinas é o mínimo que podíamos fazer. Estou tão feliz quanto o torcedor e não vejo a hora de ver o Taquaral lotado de novo - afirmou Luiz Fernando.

O projeto do Vôlei Brasil Kirin seguirá com o apoio da prefeitura de Campinas. A cidade continuará a ceder o Ginásio do Taquaral para treinos e jogos, além de toda logística para a manutenção do time. 

- A equipe de vôlei é um verdadeiro patrimônio dos campineiros e a vinda da Brasil Kirin garantiu a continuidade do projeto. A cidade agradece de coração esse gesto - destacou o prefeito Jonas Donizette.
Além do time de vôlei masculino do Brasil Kirin, o projeto seguirá trabalhando o social na cidade. A parceria com o Instituto Compartilhar, que tem como presidente o técnico Bernardinho, assiste 450 crianças em Campinas, em cinco núcleos (escolas municipais), com aulas de mini-vôlei no contra turno escolar, na própria instituição de ensino. Além disso, o time continuará a promover a doação de alimentos. Nesses últimos três anos foram arrecadadas 48 toneladas, que foram doadas ao Banco Municipal de Alimentos de Campinas e distribuídas para mais de 100 entidades cadastradas. Clínicas de vôlei, ações ambientais e doação de sangue também são marcas registradas do projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário