sábado, 29 de junho de 2013

World League: Brasil vence a França e segue invicto na competição


A seleção brasileira masculina de vôlei segue com 100% de aproveitamento na Liga Mundial. Depois de vencer os dois jogos contra a Polônia e a Argentina, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho estreou em casa, nesta SEXTA-FEIRA (28.06), e venceu a França por 3 sets a 2 (25/20, 25/19, 22/25, 21/25 e 15/12). As duas equipes voltam a jogar neste SÁBADO (29.06), às 10h10, novamente no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo da TV Globo e Esporte Interativo.

O francês Ngapeth foi o maior pontuador da partida, com 24 acertos. E o ponteiro Lucarelli foi o principal pontuador do Brasil, com 21 acertos. O atacante marcou em todos os fundamentos – 16 de ataque, quatro de bloqueio e um de saque. A primeira partida em casa com a camisa da seleção brasileira não deixou o ponteiro nervoso além do considerado normal.

- Não fiquei nervoso. Até que comecei bem. Na primeira bola, já deu pra soltar o nervosismo. O time foi jogando bem e isso ajudou para que começasse o jogo mais calmo. O problema foi mais no fim, quando nos perdemos um pouco, mas conseguimos nos acertar - comentou Lucarelli, que espera não passar pelo mesmo sufoco no jogo deste sábado - Temos de entrar muito focados, pois eles virão ainda mais fortes amanhã.

O levantador e capitão do Brasil, Bruno, observou alguns pontos falhos que, segundo ele, precisam ser corrigidos para o próximo confronto.

- Eles tiveram um volume de jogo muito grande e acho que a partir do terceiro set faltou um pouco de agressividade. Eles cresceram na partida, acabaram complicando e estiveram muito perto da vitória. Temos que pensar no que falhamos hoje para melhorar para o confronto de amanhã. Nosso bloqueio poderia ter funcionado melhor, embora os dois levantadores da França tenham trabalhado muito bem - detalhou Bruno que valoriza pontos importantes da partida desta sexta-feira.

- No final do jogo, a inversão foi importantíssima com o William no saque e o Wallace na rede tocando nas bolas e rodando contra-ataques. Isso faz com que a gente acredite que estamos no caminho certo. Temos um time coeso e com jogadores de muita qualidade - destacou o capitão brasileiro.

Responsável por uma boa sequência de saques no final do jogo, o levantador William falou sobre a importância do resultado.

- O jogo foi complicado. Acho que diminuímos um pouco o ritmo de saque e isso colocou o time deles no jogo. No tie break foi um momento importante, mas eu só não errei o saque. Era preciso resolver um problema e acho que isso foi feito. Foi uma vitória valiosa e pontos importantes - afirmou William Arjona.

O brasileiro Rafael, naturalizado francês, viveu um momento emocionante nesta sexta ao jogar pela primeira vez no Brasil com a camisa da França.

- Foi inesquecível. Foi uma partida bem bonita, jogar aqui no Brasil, mesmo que contra a seleção, é muito especial. Queria agradecer a todos os envolvidos nesse momento que é único na carreira de um esportista. O hino do Brasil me fez lembrar vários momentos, especialmente do fato de estar jogando vôlei, fazendo o que eu mais gosto na vida - disse Rafael.

Para o técnico da seleção brasileira, Bernardinho, a equipe francesa tem qualidade técnica suficiente para o susto imposto ao time da casa.

- Estávamos ganhando bem, por 2 a 0, mas enfrentávamos uma seleção de garotada que veio como franco-atiradora, no bom sentido. Eles têm qualidade e uma característica de defesa, que é da escola francesa. Com isso, eles vão ganhando confiança e dificultam para o adversário - comentou Bernardinho.

O treinador ainda lembrou que este é apenas o início do trabalho.

- São dois pontos importantes. Essa é apenas a quinta partida da temporada de uma nova equipe, toda reformulada, e há muitas lições a serem aprendidas para que a gente construa algo ainda melhor. Há sempre o que aprender e hoje, certamente, temos muito o que aprender. Agora temos que pensar no jogo de amanhã para conseguirmos mais uma vitória - finalizou Bernardinho.

Com os resultados positivos das duas primeiras rodadas, a seleção brasileira é líder do Grupo A, com 11 pontos, ao lado da Bulgária. Contra a Polônia, o time verde e amarelo venceu por 3 a 1 e 3 a 2. No final de semana seguinte, na Argentina, também conseguiu duas vitórias, desta vez por 3 sets a 0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário