sexta-feira, 19 de julho de 2013

Entrevista: Especialista em Liga Mundial, André Heller elogia bom momento da Seleção Brasileira de Vôlei


A Seleção Brasileira de Vôlei segue na busca do décimo título da Liga Mundial, em Mar del Plata, na Argentina. Vencedor da competição em seis oportunidades, André Heller, central do Vôlei Brasil Kirin, pode ser considerado um especialista no torneio. Aposentado da camisa amarelinha, o capitão do time campineiro elogia o bom momento dos comandados do técnico Bernardinho.
- Esta competição é tiro curto, não dá para pensar em tropeçar. É assim com todos, por isso o torneio é tão forte nessa fase. O trabalho atual está sendo bem feito e como na seleção se trabalha muito, o título se torna uma consequência. O grupo está bem forte e qualificado. Acredito que eles possam ser campeões - afirmou o eterno camisa 13.

Campeão em 2001, 2003, 2004, 2005, 2006 e 2007, Heller ainda disputou as edições de 1998, 1999 e 2002. Mesmo entre tantas conquistas, o capitão do Vôlei Brasil Kirin aponta a mais inesquecível.

- A de 2004, em Roma, certamente é especial. Fiz o último ponto no jogo contra a Itália, na casa deles. Foi bem marcante - completou.

Se preparando para a disputa da quarta temporada ao lado da torcida campineira, Heller ainda destacou a importância da conquista da Liga Mundial no início de um novo ciclo olímpico.

- Quanto mais ganhar melhor. Começar essa nova fase com um título é bom para os novos jogadores sentirem a pressão que é jogar na Seleção Brasileira. Apesar disso, o grupo é qualificado, tem atletas de grande potencial e alguns experientes, prontos para esta conquista - encerrou.

Além de André Heller, o Vôlei Brasil Kirin também acertou as permanências do levantador Rodriguinho, do ponta Diogo, do central Gustavão e do líbero Alan. Foram contratados os ponteiros João Paulo Bravo, João Paulo Tavares e Mineiro, o oposto Bérgamo, o levantador Paulo Renan e o meio-de-rede Vini. Todos eles trabalham sob o comando de Alexandre Rivetti, visando a estreia do Campeonato Paulista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário