quinta-feira, 18 de julho de 2013

Mercado Nacional: Amil contrata outra líbero.


José Roberto Guimarães e William Carvalho da Silva são companheiros desde garotos, quando ainda jogavam na categoria infantil, em Santo André. Talentosos e dedicados, chegaram juntos à Seleção Brasileira. Defenderam as cores nacionais nas categorias de base para depois, como adultos, realizarem o sonho de disputar uma Olimpíada, em Montreal, no ano de 1976. O tempo passou, ambos foram para o outro lado da quadra e cada um seguiu seu caminho. Até agora. Com a contratação da líbero Stephany, o Vôlei Amil une novamente dois dos maiores levantadores da história do País. Se não voltarão a trabalhar lado a lado, a presença da filha do capitão da geração de prata na equipe campineira reforça os laços de amizade das lendas do esporte.

A qualidade nos fundamentos passe e defesa fizeram de Stephany a nova escolha de Zé Roberto para compor o time do Vôlei Amil. 


- Só tenho a agradecer ao Zé Roberto pela oportunidade. Espero aprender muito com ele, toda a sua comissão técnica, e ajudar ao máximo. Estou na maior expectativa por trabalhar com essa equipe e contar com toda a estrutura da Amil - conta a atleta, que defendeu o São Bernardo na última temporada.

Stephany nasceu um ano após o pai ajudar o Brasil a conquistar a medalha de prata na Olimpíada de Los Angeles, em 1984. Com três meses de vida já frequentava ginásios e, pouco depois de começar a andar, ia aos treinos brincar de pegar bola. Mas o fato é que o vôlei está no DNA da atleta também por parte da mãe, Ciça, que foi levantadora na Pirelli e na Seleção. Não por acaso, seguiu os passos de ambos e começou levantando no pré-mirim de São Caetano, em 1997. Três anos depois, orientada por seus treinadores da base, passou para líbero, principalmente em função da estatura, que chegou apenas a 1,68 metro. 


- Eu gosto muito de jogar como líbero. Levo bolada em todo lugar, vivo com o joelho roxo, mas adoro. Sou uma jogadora determinada. Até por influência do meu pai, gosto muito da parte tática e espero poder ajudar também conversando com as meninas, especialmente as mais novas - completa.

Grand Prix - Com a disputa do Grand Prix na Arena Amil, entre 2 a 4 de agosto, a equipe treinará fora de casa por alguns dias. Com isso, o gerente Rubens Rizzo está fechando com outro local para que o Vôlei Amil mantenha sua rotina de preparação para a temporada 2013/14. "Estamos em fase final de acerto da quadra e cuidando para que toda a estrutura funcione para que as atletas sigam trabalhando em ritmo forte", explica o dirigente da equipe de Campinas. No Grand Prix, a Seleção Brasileira enfrentará Estados Unidos, Rússia e Polônia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário