sexta-feira, 12 de julho de 2013

Mercado Nacional: Por vaga na Superliga, dirigente do CRB/Maceió busca apoio financeiro

 A conhecida e velha dificuldade financeira continua atrapalhando os planos do esporte alagoano. Desta vez, o CRB/Maceió Vôlei Clube é a vítima. Diretor-executivo do time alagoano, Eduardo Toledo afirmou que está aproveitando a passagem da Seleção Brasileira feminina de vôlei, em Maceió, para se reunir com representantes da Confederação Brasileira de Voleibol. A pauta da reunião é a busca por apoio financeiro.
Como haviamos informado recentemente, o CRB/Maceió Vôlei Clube dependia de uma reunião com representantes da prefeitura de Maceió e do estado de Alagoas para confirmar presença na Superliga feminina. As reuniões continuam e Eduardo Toledo disse que segue batalhando para ter uma resposta positiva.

- Nós tivemos duas reuniões, estamos aproveitando que o pessoal da CBV está aqui e vamos ter uma reunião hoje e outra amanhã pela manhã. Se der tudo certo, provavelmente amanhã a gente já apresenta alguma coisa - explicou.

Porém, a real situação do time alagoano não é das mais animadoras.

- Vou ser bem transparente, com a nossa atual situação econômica não dá para participar da Superliga - lamentou Toledo.

Segundo o dirigente, o aumento dos times inscritos na Superliga é um dos fatores que contribuem para o entrave na confirmação do time na competição nacional.

- É difícil, pois os custos aumentaram muito. Eram 11 equipes na Superliga, agora o número já está em 15. É complicado fazer 14 viagens. São muitos gastos - disse.

O diretor-executivo do CRB/Maceió explicou que existem alguns parceiros, mas que a não-confirmação do time na Superliga complica o investimento.

- Temos alguns contratos em andamento, alguns parceiros. Mas como é que você vai botar dinheiro no que, efetivamente, não existe? Eu preciso de uma injeção econômica para montar o time, colocar para treinar, fazer pelo menos dois amistosos.

fonte: GloboEsporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário