segunda-feira, 22 de julho de 2013

World League: Brasil é superado pela Rússia na final


O Brasil entrou em quadra com uma equipe renovada, que buscava o primeiro título desse novo ciclo olímpico. Mas, do outro lado da quadra, estava a Rússia, atual campeã olímpica que, neste DOMINGO (21.07) levou a melhor e venceu por 3 sets a 0 (25/23, 25/15 e 25/19), em 1h24, no jogo realizado no ginásio Islas Malvinas, em Mar del Plata, na Argentina. Com o resultado, os russos ficaram com a medalha de ouro da Liga Mundial 2013, os brasileiros levaram a prata e a Itália, que venceu a Bulgária também neste domingo, conquistou o bronze.

Antes de chegar a Fase Final, onde estavam seis equipes, o Brasil conquistou nove vitórias em dez jogos e garantiu a classificação em primeiro lugar do Grupo A. Já na etapa decisiva, a seleção brasileira perdeu para a própria Rússia no primeiro jogo, por 3 a 2, venceu o Canadá por 3 a 0, e, na semifinal, bateu a Bulgária por 3 a 1. Ao todo, foram dez vitórias e duas derrotas.

Neste domingo, o capitão Bruno destacou a importância de estar na decisão e projeta um bom futuro para o atual grupo do Brasil.

- Chegamos a mais uma final e isso é sempre bom, mas só chegar não adianta muito. Queremos vencer sempre, estamos acostumados a isso, e perder deixa todos tristes. Por outro lado, sabemos que esse time ainda tem muito a crescer. Mostramos bons momentos durante a competição e temos que enaltecer esse ponto. O que deu de errado, temos que corrigir para as próximas competições - disse Bruninho.

Jogador mais experiência da seleção, o ponteiro Dante sabe que a derrota também ensina – especialmente a um grupo jovem como o do Brasil.

- Hoje foi o jogo da Rússia. Eles defenderam muito bem. Eu joguei na Rússia três anos e sei que isso não é normal deles. Mas eles imprimiram um ritmo de saque muito forte e nós não soubemos lidar com essa situação. Abrimos uma boa vantagem no primeiro set e precisávamos ter aproveitado aquele momento. Jogando na frente, eles são quase imbatíveis. Agora temos que levantar a cabeça o mais rápido possível e aprender com a derrota. Temos um grupo jovem, que tem tudo para dar certo, e ainda temos que construir a nossa identidade.

O técnico Bernardinho elogiou o desempenho do adversário nesta final e fez questão de destacar o valor do novo grupo do Brasil.

- Mérito da Rússia nesse jogo de hoje. Sabemos que o caminho é longo e esse grupo ainda tem muito a evoluir. Temos que reagir rápido e trabalhar para seguir na busca pelos sonhos. Criou-se uma certa ilusão, uma expectativa, com a boa campanha nessa Liga Mundial, e alguns jogadores sofreram com isso. Essa é a primeira competição oficial deste novo ciclo. O time não foi tão bem na final e isso é completamente natural diante de tanta responsabilidade e expectativa que foi criada - comentou Bernardinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário