domingo, 7 de julho de 2013

World League: Brasil vence o segundo jogo contra a Bulgária e dispara na liderança


Com uma vitória por 3 sets a 1 (19/25, 25/21, 25/17 e 25/19) sobre a Bulgária, a seleção brasileira masculina de vôlei passa a somar 19 pontos e se distanciar na liderança do Grupo A da Liga Mundial. Os búlgaros, que chegaram a Brasília na primeira posição, não pontuaram e mantiveram os 14. A partida deste SÁBADO (06.07), realizada no ginásio Nilson Nelson, foi importante para a equipe brasileira seguir forte na busca pela classificação para a Fase Final da competição.

Até agora, em oito jogos, contra Polônia, Argentina, França e Bulgária, o Brasil venceu sete vezes e sofreu apenas uma derrota para os franceses. Também seguem na disputa pelas duas vagas da chave Estados Unidos e Polônia, que têm 12 e 10 pontos, e que ainda se enfrentam neste sábado. Na próxima rodada, a equipe verde e amarela estará no Rio de Janeiro para enfrentar os Estados Unidos, no ginásio do Maracanãzinho, nos dias 13 e 14 de julho.

Novidade no grupo titular na partida deste sábado, o central Maurício Souza fez sua primeira partida em tempo integral com a camisa do Brasil. O atacante havia entrado no final do segundo jogo na Argentina, quando Isac quebrou o dedo, mas, após atuar desde o início, o jogador saiu de quadra satisfeito com seu desempenho.

- Foi uma vitória maravilhosa. Meus companheiros me passaram tranquilidade e isso ajuda muito. Sabemos que o time não começou bem, mas a partir do segundo set voltou o voleibol brasileiro e foi um bom resultado. Ganhar da Bulgária dentro de casa é um resultado muito importante. Foi a minha primeira partida como titular vestindo essa camisa e a número 13, que era do Gustavo Endres, pesa demais. Tenho que estar preparado para aguentar essa pressão - brincou Maurício Souza.

A pontuação do Brasil neste sábado foi bem distribuída. O oposto Leandro Vissotto foi quem mais marcou, com 18 acertos. O central Lucão fez 16 pontos, o ponteiro Lucarelli, 14, e Maurício Souza, 11.
Lucarelli comemorou a vitória, mas destaca que a seleção brasileira precisa evoluir em alguns detalhes.

- Temos que concentrar para evoluir para os próximos jogos. Dou o meu máximo a cada lance, mas sem o time do meu lado eu não conseguiria nada. Fico feliz em dar alegria para a torcida e espero que, na próxima semana, nossa equipe possa dar mais alegrias aos torcedores cariocas - comentou o ponteiro do Brasil.

O técnico da equipe brasileira, Bernardinho, avaliou o primeiro set, quando a Bulgária levou a melhor.

- Eles fizeram uma estratégia diferente, com saque mais flutuante, dando continuidade. Normalmente, eles se alimentam de bloqueio e contra-ataque e nós temos mais o estilo de rodar a bola. No primeiro set, eles usaram mais a força e desestabilizaram o nosso passe - comentou o treinador.

Já atento a Fase Final, sem desligar dos confrontos contra os Estados Unidos, Bernardinho age com cautela.

- Demos um passo importante, mas ainda não estamos matematicamente classificados. Estamos focados nos próximo adversário, que é um time que está crescendo muito. Além disso, o foco está também na nossa equipe - concluiu Bernardinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário