domingo, 18 de agosto de 2013

Outros: Bernardinho trocando o vôlei pela política?

Você votaria em Bernardinho para governador do estado? Pois é, o que parece ser brincadeira pode se tornar realidade em 2014. Informações do mundo político dão conta que o treinador da Unilever e da Seleção Masculina pode entrar na corrida pelo governo do Rio de Janeiro em 2014.


Segundo publicado pelo site da conceituada revista Exame neste sábado (17/08), o técnico seria a aposta do PSDB e do senador por Minas Gerais Aécio Neves, possível candidato do partido a presidência da república, para tirar o cargo que hoje está nas mãos do PMDB.


Bernardinho é filiado do partido e sua imagem seria usada como atrativo para garantir votos para o partido na disputa. Seu principal concorrente, numa possível candidatura seria Romário, deputado federal e que é filiado ao PR, como destacou o jornalista Marcondes Brito em seu blog.


Por outro lado, o blog Montanhas em Ação afirmou que o treinador recusou o convite para concorrer ao cargo no mês de Abril deste ano, após o apresentador Luciano Huck também ter recusado chamada de Aécio Neves. Mas ao que tudo indica o técnico de vôlei mudou de ideia.


O atual governador do Rio de Janeiro é Sérgio Cabral, do PMDB. No cargo desde 2007, recentemente ele cedeu o complexo do Maracanã ao consórcio liderado pelo empresário Eike Batista, que demoliria parte do espaço para a construção de um estacionamento. Após pressão de atletas e populares, o governador tombou os estádio Célio de Barros e o parque aquático Júlio Delamare, além de outros prédios no entorno. Com a decisão, obras para viabilizar o Maracanãzinho para as Olímpiadas podem ser canceladas e o ginásio não ser mais palco dos jogos de vôlei em 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário