segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Vôlei Nacional: Carol: o sonho de ser campeã da Superliga com a Unilever


A meio-de-rede Carol sabe bem o quanto é importante fazer amigos por onde passa. Depois de defender a equipe Unilever na temporada 2011/12, a jogadora está de volta ao time carioca. Mais amadurecida, segundo ela, e pronta para buscar o seu primeiro título na Superliga - o nono da Unilever. Na temporada passada, Carol jogou pelo Pinheiros (SP), clube no qual também havia atuado anteriormente.

- Na minha primeira passagem pela Unilever peguei experiência. Foi sensacional defender um time vencedor, dirigido pelo melhor técnico do mundo. Agora quero ser campeã da Superliga, já que naquele ano fomos vice. Retorno mais madura, pronta para o desafio de ajudar o grupo. Deixei a porta aberta e o Bernardo, quando saí, disse que queria voltar a trabalhar comigo - conta orgulhosa a jovem meio-de-rede de 22 anos.

- Aqui no Rio conto com uma excelente estrutura de treinamento, com profissionais que contribuem muito para que tudo dê certo.

Carol vai disputar sua quarta Superliga. Ela, que é natural da cidade mineira de Santa Luzia, integrou o elenco do Mackenzie, em 2009/10, quando ainda era juvenil.

- Comecei em um projeto da Prefeitura em minha cidade. Jogava handebol, mas a modalidade tinha pouco incentivo e acabei optando pelo vôlei - lembra. Recentemente, a jogadora conquistou sua segunda medalha na Universíade: foi campeã em 2011, na China, e agora ficou com a prata na Rússia.

No retorno à Unilever, Carol tem algumas metas, principalmente aperfeiçoar o bloqueio e o ataque, fundamentais para a sua posição. Ela é uma das quatro centrais contratadas para a temporada. Além de Valeskinha, que se recupera de cirurgia no joelho, e Juciely, titulares na última temporada, tem também Natasha, novata na equipe. Enquanto as competições não começam, a jogadora aproveita o tempo para se dedicar ao treinamento físico e para se adaptar ao novo apartamento, onde mora com a levantadora Roberta e a ponteira Gabi. E também estudar, já que cursa o terceiro semestre de Administração de Empresas.

- É um curso à distância. Fica puxado treinar e estudar, mas é possível. Começar foi o primeiro passo. Escolhi Administração porque é um curso que abre várias possibilidades - comenta Carol, que aproveitou o Dia dos Pais para matar saudades da família - o pai Marcos, a mãe Terezinha, a irmã Aline e o sobrinho Arthur. No Rio, gosta de ir à praia e freqüentar restaurantes à beira-mar - É muito bom comer ao ar livre e curtir o visual da cidade - finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário