terça-feira, 13 de agosto de 2013

Vôlei Nacional: Natália é condenada a 60 dias de suspensão, mas cumprirá 27




Em julgamento no início da noite desta terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei decidiu suspender a ponteira Natália por 60 dias por uso da substância proibida 16-OH Prednisolone, detectado em um exame antidoping no dia 16 de março deste ano. Na votação entre os seis relatores, três votaram a favor da suspensão por 60 dias e os outros três optaram por 120 dias. Quando há empate, prevalece a punição menor. Como já havia cumprido 33 dias de suspensão preventiva - 30 sem jogar, mais o período entre o recurso da promotoria e a realização do novo julgamento - a jogadora do Campinas poderá voltar às quadras em 27 dias.

Ao lado do médico da seleção brasileira, João Olinto, e de seu advogado, Guilherme Rezende, irmão do técnico Bernardinho, Natália se mostrou tranquila com o resultado, embora esperasse pela absolvição.
- Estou com a consciência tranquila pois trata-se de um remédio que sempre tomei porque tenho asma. Em momento algum eu tomei alguma substância proibida. O que aconteceu é que a quantidade foi acima da permitida. Queria virar essa página e resolver isso. Esperava ser absolvida porque não fiz nada de errado. Em momento algum temi por uma punição maior. Agora é cumprir o resto da pena, com a cabeça tranquila, descansar um pouco em São Paulo e voltar o mais rápido aos treinos - disse a ponteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário