sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Campeonato Mineiro: Com faixa de apoio ao Tupi, UFJF vence Sertão Minas/Pirapora

Em partida válida pelo Campeonato Mineiro 2013, a UFJF derrotou o Sertão Minas/Pirapora por 3 sets a 2, parciais de 21/19; 20/22; 21/23; 21/11 e 15/7, no ginásio da faculdade de educação física, em Juiz de Fora. Com o resultado, a equipe do técnico Chiquita alcançou dois pontos e se recuperou da derrota na estreia para o Sada/Cruzeiro. Já os comandados de Paulo Martins fizeram um ponto em seu primeiro compromisso na competição. 

A partida começou disputada, mas foi o Sertão Minas/Pirapora quem chegou ao primeiro tempo técnico vencendo por 7 a 6. Os visitantes mantiveram essa vantagem por um bom período, até que os saques do ponteiro Reffatti entraram e a UFJF conseguiu abrir 16 a 14. Errando pouco, os donos de casa apenas administraram a diferença e fecharam em 21 a 19.

No segundo set, a equipe do Sertão Minas/Pirapora voltou melhor, chegando a colocar três pontos de frente, mas logo os juiz-foranos se recuperaram, tomaram a liderança do placar e chegaram ao primeiro tempo técnico vencendo por 7 a 4. Na volta, os donos da casa mantiveram-se na frente, abrindo quatro pontos de vantagem e obrigando Paulo Martins a parar o jogo mais uma vez. O tempo surtiu efeito e os visitantes venceram por 22 a 20.

O terceiro set continuou muito equilibrado e com os dois times se revezando na liderança do placar. Ao final do primeiro tempo técnico, a UFJF vencia por 7 a 5. Porém, o time de Pirapora se recuperou, virou e abriu dois pontos de vantagens. Após boa sequência de saques do ponteiro Japa, a equipe de Juiz de Fora empatou o jogo novamente (12 a 12) e chegou ao segundo tempo técnico vencendo por 14 a 12. O set continuou acirrado e empolgou a torcida, que passou a incentivar o time da casa, porém foram os visitantes que venceram por 23 a 21.

Com a ajuda da torcida, a UFJF foi arrasadora do início ao fim do quarto set. Logo no começo abriu três pontos de vantagem: 4 a 1. Os juiz-foranos chegaram ao primeiro tempo técnico vencendo por 7 a 4 e com dois aces do oposto De Paula aumentaram a vantagem para sete pontos: 14 a 7. Com o bloqueio, saque, ataque e contra-ataque funcionando, os donos da casa abriram dez pontos de frente e venceram por 21 a 11.

No tie-break, a UFJF a manteve superioridade, não dando chances ao Sertão Minas/Pirapora: 8 a 1. Empurrado novamente pela torcida, os donos da casa mantiveram a diferença até o final e venceram por 15 a 7. Vale destacar, que durante a execução do Hino Nacional, os jogadores da equipe de Juiz de Fora seguraram uma faixa com a frase “Força Tupi. Pela ética no esporte”, em manifestação de apoio ao Tupi-MG pelo episódio do último jogo pelo Campeonato Brasileiro da série D, quando o massagista da Aparecidense-GO impediu o que seria o gol da classificação do time mineiro.

- A cidade está toda envolvida e sofrendo com a situação. É a maneira que achamos de mostrar uma forma de apoio pura e sincera. É não só pelo Tupi, mas pela ética no esporte. Já teve situações aqui em que a bola bateu no teto e nós mesmos acusamos. Não basta falar, tem que aplicar - afirmou o diretor técnico Maurício Bara.

Os dois clubes agora pensam na Superliga 2013/2014. O Sertão Minas/Pirapora, que na competição nacional jogará por Montes Claros, enfrenta nesta sexta-feira, às 20h, o Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho. Já a UFJF joga no dia 21, às 18h, contra o Sesi-SP, em casa. Pelo Campeonato Mineiro, os clubes só retornam as quadras em outubro.

Equipes:

UFJF: Gelinski, Victor Hugo, De Paula, Japa, Jardel, Reffatti e Thales (líbero)
Técnico: Chiquita

Sertão Minas/Pirapora: Everaldo, Vivalde, Athos e Lucas Gil, Túlio, Bob e Thiago Brendle (líbero)
Técnico: Paulo Martins


fonte:espaçodovolei

Nenhum comentário:

Postar um comentário