quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Sul-Americano: Brasil busca 18º título do campeonato


A seleção brasileira feminina de vôlei tem dois reforços de peso para manter a hegemonia na América do Sul. A levantadora Fabíola e a ponteira Natália, que não participaram da fase final da conquista do nono título do Grand Prix, foram convocadas pelo treinador José Roberto Guimarães na última semana e já estão integradas ao grupo verde e amarelo que se prepara, em Campinas (SP), para a disputa do Campeonato Sul-Americano, de 18 a 22 de setembro, em Ica, no Peru.

A competição sul-americana será classificatória para a Copa dos Campeões, que acontecerá em novembro deste ano, e para o Campeonato Mundial de 2014. Apenas a seleção campeã garantirá vaga em ambas as competições. O Brasil estreará às 17h (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (18.09) contra o Chile.

O treinador José Roberto Guimarães fez questão de ressaltar a importância da competição sul-americana.

- Vamos precisar de uma grande concentração neste Sul-Americano porque vale uma vaga no Campeonato Mundial e a hegemonia na América do Sul. Teremos a nossa força máxima porque é extremamente importante trazer esse título para o Brasil - disse o treinador.

O técnico brasileiro ainda fez uma análise dos adversários do Brasil na competição continental.

- Teoricamente, os adversários são mais fracos, mas a Argentina melhorou e deu trabalho para algumas seleções no Grand Prix. O Peru jogando em casa é sempre um time perigoso. A Colômbia também cresceu nesse período e tem um técnico brasileiro. Qualquer descuido pode ser fatal - garantiu José Roberto Guimarães, que ainda comentou sobre o retorno de Fabíola e Natália.

- É muito importante contar com a Natália. Ela está voltando à sua melhor forma e no dia 18 estreará no Sul-Americano. Já a Fabíola pediu para ficar fora de uma parte do Grand Prix por problemas particulares que ela enfrentou. Felizmente, ela está de volta. É uma jogadora que sempre nos ajudou. É muito bom contar com uma atleta do nível da Fabíola - disse José Roberto Guimarães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário